Polícia Civil indicia por homicídio culposo condutor de veículo que atropelou policial militar na Rota do Sertão

Condutor que provocou o acidente não possuía CNH

Redação, 03 de Setembro , 2021

A Polícia Civil concluiu as investigações sobre o atropelamento que vitimou o sargento da Polícia Militar Marcos Luiz Santos Lima, no dia 11 de agosto, enquanto pedalava na Rota do Sertão. O condutor do veículo foi indiciado por homicídio culposo de trânsito com o agravamento de não possuir Carteira Nacional de Habilitação (CNH). A investigação foi concluída com o recebimento dos laudos periciais nessa quarta-feira (1º).

De acordo com o delegado Gregório Bezerra, a apuração do caso teve início no dia do acidente com apreensão dos veículos. “As equipes da Polícia Civil foram acionadas e, chegando ao local, já tinha sido alterado o estado do local. Mas, conseguimos apreender os veículos envolvidos, que foram o Fiat Uno e a bicicleta da vítima, que era ciclista e praticava o esporte na Rota do Sertão”, revelou.

Com a investigação, foi possível identificar que o policial militar foi atingido pelas costas. "A vítima foi atingida por trás por um veículo que trafegava também na chegada à cidade de Nossa Senhora Aparecida. Acionamos as perícias e, após o resultado, concluímos a investigação compreendendo que o motorista foi o responsável pela morte do policial militar”, enfatizou.

Após a emissão dos laudos periciais, conforme destacou o delegado Gregório Bezerra, houve o indiciamento do condutor do veículo automotor pela morte do sargento Marcos Luiz Santos Lima.

O que você está buscando?