Quase memória – A aula inaugural (por Antonio Samarone)

Redação, 12 de Setembro , 2021

Coube ao doutor Silvano Isquierdo Laguna, antigo catedrático de Salamanca, fugido da Espanha franquista, a Aula Inaugural da Faculdade de Medicina de Sergipe, no dia 20 de maio de 1961.

A Faculdade foi criada no Governo Luiz Garcia, sendo Secretário da Educação, Cultura e Saúde o professor, médico, poeta e intelectual Antonio Garcia Filho.

Essa foto conta parte dessa história.

O primeiro diretor da Faculdade de Medicina, Dr. Antonio Garcia Filho, importou da Espanha o ex-professor catedrático de patologia geral da Faculdade de Medicina da Universidade de Valladolid, e ex-professor de patologia cirúrgica de Faculdade de Medicina de Salamanca, ex-diretor do dispensário de tuberculose de Bilbao, Dr. Silvano Isquierdo Laguna, cientista dissidente do Regime Franquista na Espanha, para iniciar o curso de anatomia na nova Faculdade de Sergipe.

Silvano Isquierdo foi uma sugestão do Padre Juan José Rivas Páscua, um intelectual espanhol de Salamanca, que veio residir em Sergipe no início de 1960, e conhecia Silvano Isquierdo e a sua história. Juan Rivas deixou a batina e casou-se com uma baronesa, Maria Jaci Lobo, em Itabaiana.

A dificuldade de quem iria ensinar anatomia estava resolvida. A Faculdade de Medicina de Sergipe começou em grande estilo, trazendo um nome de peso internacional. Infelizmente, esquecemos...

Antonio Samarone (médico sanitarista)

O que você está buscando?