Música ‘Sergipe é o país do forró’ pode virar Patrimônio Cultural e Imaterial da cidade de Aracaju

A música foi criada pelo cantor e compositor Pedro Rogério Cardoso Barbosa, nascido no município de Estância

Redação, 19 de Novembro , 2021

O Plenário da Câmara Municipal de Aracaju (CMA) aprovou na manhã da última quarta-feira, 17, em primeira votação, o projeto de lei nº143/2021 de autoria do vereador Professor Bittencourt (PCdoB) que declara a música “Sergipe é o país do forró” Patrimônio Cultural e Imaterial da cidade de Aracaju.

A música foi criada pelo cantor e compositor Pedro Rogério Cardoso Barbosa, nascido no município de Estância e falecido no ano de 2014. Tendo em vista a sua importância e relevância no município de Aracaju, o PL nº 143/2021 estará eternizando a canção que tanto representa o estado de Sergipe e homenageando o inesquecível cantor Rogério.

Para Bittencourt, a ideia de transformar a música em Patrimônio Cultural e Imaterial da cidade de Aracaju é mais um reconhecimento a essa grande obra.

“Esse projeto visa formalizar o reconhecimento já público de uma obra que já entrou na memória, na identidade, nos corações e na mente do povo de Sergipe, e em especial, do povo de Aracaju. Essa música é, independente da aprovação desse projeto, um patrimônio consolidado entre todos nós. É uma obra extraordinária que eterniza, perpétua e reafirma toda a nossa história, cultura, identidade e tradição junina”, finalizou.

O projeto segue agora para 2º, 3º votação e redação final, sendo aprovado, vai para sanção.

O que você está buscando?