Homem acusado de atirar na ex-companheira por ciúmes e matar homem é condenado a 25 anos de prisão

Redação, 25 de Novembro , 2021 - Atualizado em 25 de Novembro, 2021


Após atirar em mulher por ciúmes e ficar paraplégica, Moacir Horácio Pereira foi condenado a 25 anos e um mês de prisão, em regime fechado, por matar um homem que estava com a ex-companheira dele, em um bar na Praia da Aruana, em Aracaju. O crime aconteceu em 2017.

O julgamento ocorreu no final da tarde desta quarta-feira (24), na 5ª Vara Criminal em Aracaju. O inquérito foi enquadrado como homicídio qualificado e tentativa de homicídio. A defesa do réu informou que vai recorrer da decisão.

Entenda o caso – à época, testemunhas contaram que o autor dos disparos estava em uma das mesas do bar, onde chegou a tomar uma cerveja antes de abordar as vítimas. A primeira a ser atingida pelos disparos foi a mulher. O homem teria tentando fugir, mas foi perseguido e novamente baleado.

O que você está buscando?