Faustão na Band acirra a briga entre as TVs abertas do Brasil

Redação, 11 de Janeiro , 2022 - Atualizado em 11 de Janeiro, 2022

Reprodução Band 

 

Daqui a uma semana, na próxima segunda-feira (17/1), o entretenimento nacional viverá seu maior acontecimento no ano. Não se trata do Big Brother Brasil, que dará início à 22ª edição, mas da estreia do Faustão na Band, programa que promete mexer com as estruturas da televisão brasileira.

Desde o anúncio de sua saída de Faustão da Globo após 32 anos à frente do Domingão, o público espera pela nova fase do apresentador, um dos mais carismáticos do país. A troca de emissora – que marca o retorno de Fausto à Band, onde trabalhou no fim dos anos 1980 – muda o jogo de poder entre os canais.

A expectativa é que Faustão e seu potencial de audiência possam recolocar o canal paulista na briga pelas primeiras colocação.

“O Faustão recoloca a Band na briga pelas primeiras posições de audiência no horário nobre. O desafio é grande, pois o novo programa ocupará o espaço deixado pelo Show da Fé, que permaneceu no ar durante 18 anos e raramente saiu do traço. Além disso, Fausto brigará com pesos-pesados como o Jornal Nacional e as novelas da Globo, da RecordTV e do SBT”, avalia Fernando Morgado, professor das Faculdades Integradas Hélio Alonso (Facha) e autor do livro Comunicadores S/A.

Para o especialista, as vantagens de Faustão em relação ao seus concorrentes é sua conexão com o público brasileiro. “É possível que o Faustão posicione-se como uma alternativa graças ao seu grande reconhecimento pelo público, a apresentação de formatos consagrados e a presença de artistas renomados”, completa Morgado.

Entre os quadros já anunciados, está a Pizzaria do Faustão, Grana ou Fama, Dança das Feras, Na Pista do Sucesso e Churrascão do Faustão. Além do apresentador, a jornalista Anne Lottermann e seu filho João Guilherme completam o time do programa.

“Trata-se da aposta mais arriscada, ousada e vultosa da TV brasileira não apenas em 2022, mas nos últimos anos. Essa impressão cresce não apenas pelas cifras envolvidas, mas também pelo contexto em que a estreia ocorre. É louvável ver uma rede como a Bandeirantes investindo neste momento tão delicado para a publicidade, que sente os reflexos da pandemia de Covid-19”   Fernando Morgado

Impacto publicitário
Enquanto a Globo, que perdeu nomes para a concorrência – principalmente, o streaming –, reorganiza a grade e aposta em outros nomes, Fausto tenta justamente atrair o público com sua fórmula de sucesso.

“É preciso destacar ainda que o Faustão na Band chega com uma excelente estrutura, o que inclui não apenas equipamentos de ponta, mas também, e principalmente, uma equipe de produção grande e experiente”, pontua Morgado.

A expectativa também pode ser vista no mercado publicitário. Como o Metrópoles já mostrou, anunciantes têm apoiado a empreitada de Faustão, mesmo após a troca de emissora.

“O Fausto é muito respeitado pelo meio publicitário. São raríssimos os artistas que transitam tão bem quanto ele entre agências e anunciantes. Sua capacidade de fechar negócios e criar ações é impressionante, sempre gerando resultados expressivos”, explica Morgado.

“Sendo assim, para o mercado publicitário, a volta do Faustão ao ar significa poder contar outra vez com um vendedor eficiente, disposto a oferecer formatos diferenciados, indo além dos meros 30 segundos ou dos testemunhais frios e sem envolvimento que muitos apresentadores fazem por aí”, conclui.

 
Após uma prévia, exibida na virada de 2021 para 2022, Faustão na Band estreia, às 20h30, do dia 17 de janeiro. A atração vai ao ar de segunda a sexta-feira.

Por Metropoles

O que você está buscando?