Novo estudo indica possibilidade de evitar quimioterapia em tratamentos de câncer de mama

Redação, 03 de Junho , 2023

 


Um estudo clínico de fase 2, chamado PHERGain, liderado pela empresa de pesquisa em oncologia MEDSIR, mostrou que adaptar a terapia do câncer de mama com base na resposta do paciente pode eliminar a necessidade de quimioterapia em um terço dos casos. A pesquisa, apresentada durante a reunião anual da Sociedade Americana de Oncologia Clínica (ASCO), sugere que cerca de um terço dos pacientes com câncer de mama HER2+ operável em estágio inicial pode evitar a quimioterapia com sucesso.

Realizado entre junho de 2017 e abril de 2019, o estudo envolveu 356 pacientes com idades acima de 18 anos. Os pacientes foram divididos em dois grupos: o grupo A recebeu quimioterapia combinada com os medicamentos trastuzumabe e pertuzumabe, enquanto o grupo B passou por um tratamento adaptativo, projetado para evitar a quimioterapia com base no progresso individual.

No grupo B, os pacientes iniciaram com dois ciclos de pertuzumabe, trastuzumabe e terapia endócrina. Se uma tomografia por emissão de pósitrons (PET scan) mostrasse uma resposta positiva, eles prosseguiam com mais seis ciclos de tratamento sem quimioterapia.

Esses resultados indicam um avanço significativo no tratamento do câncer de mama HER2+ e oferecem a possibilidade de evitar a quimioterapia em um número considerável de pacientes que atualmente são submetidos a esse procedimento. A abordagem adaptativa, baseada na resposta individual do paciente, pode representar um caminho promissor para personalizar os tratamentos e reduzir a exposição à quimioterapia, o que pode trazer benefícios significativos para a qualidade de vida das pacientes.

É importante destacar que o estudo ainda está em fase de ensaio clínico, mas os resultados iniciais são promissores e abrem portas para novas abordagens terapêuticas no combate ao câncer de mama HER2+. Mais pesquisas e estudos serão necessários para validar esses resultados e definir as melhores estratégias de tratamento para cada paciente.


Siga os canais do Portal 93 Notícias: YouTube, Instagram, Facebook, Threads e TikTok

Participe da comunidade da 93 Notícias no Whatsapp e receba as principais notícias do dia direto no seu celular. Clique aqui e se inscreva.

O que você está buscando?

google-site-verification=GspNtrMqzi5tC7KW9MzuhDlp-edzEyK7V92cQfNPgMc