WhatsApp dá início à caça de grupos com nomes suspeito

Mais popular aplicativo de mensagens alega que conta com sistemas avançados que podem detectar crimes e prevenir abusos sem a necessidade de acessar conversas criptografadas

Redação, 13 de Novembro, 2019 - Atualizado em 13 de Novembro, 2019

Sem alarde, o mais popular e utilizado maior aplicativo de mensagens do mundo está peneirando os grupos e usuários que utilizam a ferramenta para cometer crimes ou práticas que ferem as regras da empresa. Embora não tenha acesso ao conteúdo das mensagens, que são criptografadas, o WhatsApp tem instrumentos capazes de monitorar e remover grupos considerados ilegais. A medida é importante em um cenário de ataques e fraudes crescentes nas redes sociais. 

 

Nos Estados Unidos, usuários do aplicativo já relatam que têm sido banidos simplesmente por participarem de grupos com nomes suspeitos, de acordo com o site de mídia social americano Reddit. O primeiro caso foi publicado há cerca de um mês, de acordo com o site especializado em notícias de tecnologia, Tecnoblog.

O que você está buscando?