Queda de aeronave: relatório inicial da PF não aponta irregularidades

O acidente ocorreu no dia 6 de maio, em uma área de manguezal do bairro Coroa do Meio, em Aracaju

redacao93noticias, 09 de Junho , 2021

A Polícia Federal informou nesta terça-feira, 8, que já fechou o relatório preliminar referente à queda do monomotor, que vitimou o piloto  Adriano Leon, de 32 anos. O acidente ocorreu no dia 6 de maio, em uma área de manguezal do bairro Coroa do Meio, em Aracaju.

De acordo com a PF,  o relatório inicial aponta que não foi encontrada nenhuma irregularidade na aeronave. “A nossa parte foi finalizada e não foi encontrada nenhuma irregularidade em relação ao monomotor”, diz o órgão.

Ainda de acordo com a PF, o relatório foi encaminhado à autoridade competente. “As investigações preliminares foram concluídas e o expediente foi encaminhado para o Ministério Público, que será responsável pela decisão final: se instaura o inquérito ou arquiva o caso”, destaca.

Acidente 

A queda do avião monomotor, modelo  RV-10 de três lugares, decolou do Aeroporto de Aracaju na manhã do dia 6 de maio, por volta das 11h40, e minutos depois caiu em uma área de manguezal no bairro Coroa do Meio, na zona Sul de Aracaju. O piloto estava em Sergipe fazendo um voo particular e no momento do acidente voava de volta para Minas Gerais.

Após a decolagem, o avião apresentou problemas, o piloto declarou emergência à torre de comando e desviou a rota para o manguezal, evitando cair sobre as residências.

De acordo com registros da Agência Nacional de Aviação (Anac), a aeronave estava em situação regular.

O que você está buscando?