E-mail com alerta sobre pesquisa de intenção de voto para 2022 é falso

Conteúdo que está circulando na internet usa de forma indevida nome da PGR e pode ser tentativa de fraude eletrônica

Redação, 19 de Janeiro , 2022

A Procuradoria-Geral da República alerta que não enviou nenhum e-mail sobre a participação obrigatória de cidadãos em suposta pequisa de intenção de votos para as eleições de 2022. O conteúdo relativo ao tema que está circulando na internet é falso e utiliza de forma indevida o nome da PGR, inclusive simulando uma assinatura institucional. As pessoas que receberem a mensagem devem deletá-la, sem clicar em qualquer link. Caso o texto seja enviado por whatsapp ou por telegram, é importante bloquear e denunciar o usuário, por meio da própria plataforma.

O Ministério Público Federal (MPF) e seus órgãos, incluindo a Procuradoria-Geral da República, não enviam e-mails para fazer intimações, divulgar suposto brasão institucional ou qualquer tipo de pesquisa. Além do conteúdo falso que circula agora, a instituição já foi informada sobre o envio de mensagens com supostas notificações ou intimações para comparecimento em audiências.

O órgão reforça que não faz intimação ou notificação de qualquer procedimento investigatório por e-mail, não solicita dados pessoais por meio de mensagem nem pede para que as pessoas cliquem em links de acesso. Também não solicita a instalação de qualquer programa. Nesses casos, como na situação atual, pode se tratar de fraude eletrônica.

O MPF somente entra em contato via e-mail com cidadãos que tenham registrado representação (denúncia) ou tenham realizado alguma solicitação na Sala de Atendimento ao Cidadão, na Ouvidoria do MPF, no Peticionamento Eletrônico ou no Protocolo, por meio do MPF Serviços, e que tiverem fornecido um e-mail para receber a resposta.

MPF/SE

O que você está buscando?