Bolsonaro inelegível agora pode ser um “tiro no pé” já para as eleições de 2024

Habacuque, 04 de Julho, 2023

Alguns adversários políticos, em especial os mais ligados à Esquerda, líderes de centrais sindicais e movimentos sociais fizeram “festa” após o julgamento do ex-presidente da República, Jair Bolsonaro (PL), no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que, por maioria, determinou sua inelegibilidade pelos próximos oito anos. Aliados dele avaliam que a decisão parte de um “conceito orquestrado”, uma espécie de “combinado”, entre o “Sistema” e o Poder Judiciário.

Analisando o fato (torna-lo inelegível), este colunista não tem rodeios: foi uma decisão muito rigorosa e raivosa (de cunho pessoal) por parte da maioria dos ministros julgadores. Não quero aqui anunciar que Jair Bolsonaro é uma figura inocente, que não conhecia as “regras do jogo” e que jamais se excedeu com as palavras! Isso não seria trabalhar com a verdade, até por entender que ele perdeu a reeleição, inclusive, pelos muitos erros que cometeu.

Mas não é razoável para ninguém, inclusive para seus adversários que não se posicionam com o “fígado” que a decisão do TSE (que pode ser mantida ou não pelo STF) abre precedentes graves contra a nossa democracia. Para este colunista, se questionar o sistema eleitoral é um ato antidemocrático, você praticamente falir uma das principais estatais do mundo com um esquema já provado de corrupção, de distribuição de dinheiro público, também é...

Se Bolsonaro ficou inelegível porque questionou a veracidade do sistema eleitoral e das instituições, Lula fez bem pior e hoje está novamente sentado na cadeira de presidente da República! E aqui não é aquele jogo de “quem é melhor que quem”! É apenas tentar analisar os fatos com um pouco de racionalidade. Infelizmente, temos sim um Poder Judiciário que se permitiu “contaminar” por interesses particulares, por questões pessoais; são juízes que já “legislavam” e agora querem “governar”!

Como qualquer outro cidadão comum também não vai querer questionar o sistema eleitoral, as instituições e o próprio Poder Judiciário? Antes falavam da “ditadura da toga”; agora uma “ditadura comunista”; e amanhã? E quando a “bolha estourar”? Onde chegaremos? Não podemos abrir mão do nosso maior “escudo”: a DEMOCRACIA! Isso vai muito além de Lula e Bolsonaro, de qualquer eleição presidencial! É do direito de ir e vir, do direito da live manifestação!

Bolsonaro está inelegível! Ponto! E o que muda? Ele pode não disputar as próximas eleições, mas sua condenação é tão abusiva que o reflexo disso pode ser uma “enxurrada” de prefeitos, vice-prefeitos e vereadores conservadores eleitos em 2024! A “grande mídia” pode até tentar manipular, mas as redes sociais não seguram! Impedir o ex-presidente de disputar qualquer pleito é sim um “tiro no pé”! E que ironia: graças ao voto! O “democrático” instrumento do povo a cada eleição...  

 

Veja essa!

Parece quase que, insustentável, o atual sistema de transporte coletivo da Grande Aracaju. Os defensores vão sempre argumentar que ele é integrado, o que é positivo sim, mas a crise no setor é tamanha que os ônibus velhos representam sérios riscos à segurança da coletividade.

 

E essa!

Com justiça, o vereador de Aracaju, Ricardo Marques (Cidadania) é um dos que mais cobram pela revitalização do sistema, mas o tempo vai passando, nada muda e, quase que diariamente, estamos vendo veículos danificando, sem a mínima condição de saírem das garagens, imagine para transportar passageiros...

 

E a fiscalização?

A pergunta de um milhão de dólares: caso aconteça um acidente com certa gravidade na Grande Aracaju, por conta da falta de manutenção dos veículos do transporte coletivo, quem será responsabilizado: as empresas? Os prefeitos da região? As superintendências responsáveis pelo controle do trânsito? Ou o vereador que está denunciando o “sistema”? Ricardo Marques, no País em que vivemos, é bom ficar atento...

 

Pós-festa

Ainda sobre o transporte coletivo: este colunista é o maior defensor das festividades juninas, como o Arraiá do Povo, o Forró Caju, o Forró Siri e tantos outros; mas a segurança precisa ir além do entorno desses eventos. Sempre após as festas os registros de problemas dentro dos ônibus e dos terminais de integração.

 

Roubos e brigas

Foram registradas brigas diversas e diversos roubos nos terminais de integração por conta da superlotação dos veículos do transporte coletivo, um risco até para a integridade dos trabalhadores rodoviários. Chegou até a informação de um arrastão grave na madrugada desse domingo (2).

 

Precisa ajustar

Com bem disse o governador Fábio Mitidieri ao anunciar o Arraiá do Povo em 2024: é preciso reconhecer alguns erros, como ele fez, e buscar corrigir todos eles para que as festas do próximo ano sejam ainda melhores. Não ganha o governador, o governo ou as prefeituras: ganha o Turismo de Sergipe que passa a ser referência de organização no cenário nacional.

 

Fábio acertou!

A manutenção da Vila do Forró no mês de Julho foi uma medida acertada do governador Fábio Mitidieri (PSD), porque valoriza os artistas sergipanos e o turismo, em pleno período de férias escolares, ajudando a toda a cadeia produtiva a ganhar mais, aquecendo a economia local. Agora é com a criatividade dos empresários para “fidelizar” os turistas para voltarem no próximo ano...

 

Exclusivo!

O período junino está encerrando, mas o clima continua quente em Ribeirópolis. Com o lema “A festa acabou, a conta chegou”, o deputado estadual e pré-candidato Georgeo Passos (Cidadania) gravou um vídeo para questionar o investimento de R$ 850 mil para o “Forró dos Sonhos” promovido pela gestão municipal, que agora anuncia o corte de gastos e centenas de demissões.

 

Alô Ribeirópolis!

A informação é que o atual prefeito está exonerando cerca de 150 servidores (possivelmente comissionados e/ou terceirizados) para “ajustar as contas” da prefeitura. Georgeo Passos questiona porque a gestão já, inclusive, anunciou atrações para a Festa do Aniversário da cidade em dezembro.

 

Georgeo Passos

“O sonho acabou! Agora eles anunciam cortes de gastos, de despesas e até contratados podem perder seus empregos. E qual a justificativa? Foi falta de planejamento? Falta de organização? O que aconteceu? Onde está a responsabilidade do prefeito neste momento?”, questiona o adversário e deputado Georgeo Passos. Com a palavra, a prefeitura de Ribeirópolis...

 

Sobre os lixões I

Em abril passado, o Ministério Público de Sergipe cobrou a elaboração, aprovação e execução de Planos de Recuperação de Áreas Degradas (PRADs) dos lixões desativados. Em acordo com a Adema, o MPSE estipulou prazo de 30 dias para que seja elaborado um Termo de Referência que sirva de parâmetro para a elaboração dos Planos de Recuperação de Áreas Degradas (PRADs), em conformidade com as Resoluções do Conselho Nacional do Meio Ambiente (CONAMA).

 

Sobre os lixões II

Semanas depois, a Adema apresentou um Termo de Referência para elaboração dos Planos de Recuperação de Área Degradada (PRADs) em municípios que tiveram as atividades dos ‘lixões’ encerradas. A medida é fundamental para que se possa estabelecer um novo equilíbrio dinâmico dessas áreas, que foram, durante tantos anos, utilizadas de forma incorreta.

 

Sobre os lixões III

A Política Nacional de Resíduos Sólidos classifica o passivo ambiental dos lixões, como áreas contaminadas, e áreas órfãs contaminadas, que deverão ser encerradas no país até 2 de agosto de 2024, segundo o Decreto nº 14.026/2020, Art. 54, que estabelece prazos de encerramento de Lixão no Brasil.

 

O que foi feito?

A pergunta que não quer calar: como andam estas discussões? Considerando que temos apenas um mês para o encerramento desses lixões, é preciso que fique claro o que já está efetivamente estabelecido, até para que novos problemas com lixões não venham à tona nos próximos meses...

 

Paulo Júnior I

O deputado estadual Paulo Júnior (PV) apresentou indicações para recuperação asfáltica da rodovia SE-427, em Propriá, entre os povoados Boa Esperança e São Miguel, e para duplicação da ponte Aracaju-Socorro. A pauta mobilidade faz parte das demandas do parlamentar, que é membro da comissão de Transportes da Assembleia Legislativa.

 

Paulo Júnior II

“A luta por mais mobilidade e conforto para moradores e trabalhadores da capital e do interior é uma constante no nosso mandato. Essas indicações objetivam dar segurança de tráfego para os moradores dos povoados Boa Esperança e São Miguel e para quem circula entre Aracaju e Socorro. Contamos com o bom senso do DER”, disse.

 

Kaká Santos I

Foi aprovado o Projeto de Lei nº 263/2023, que institui o Dia Estadual de Tobias Barreto de Meneses, a ser comemorado anualmente em 7 de junho, data de nascimento do filósofo, escritor e jurista sergipano. O PL é de autoria do deputado estadual Kaká Santos (União).

 

Kaká Santos II

“Instituir o Dia Estadual de Tobias Barreto e incluir essa data no calendário de eventos do estado é reconhecer a grandiosa trajetória deste ilustre sergipano, com um trabalho de relevância nacional, e toda a sua contribuição para o direito, a filosofia e a literatura. É uma forma de enaltecer a história e preservar a memória deste intelectual que é motivo de orgulho para Sergipe”, destaca Kaká Santos.

 

Kaká Santos III

De acordo com o PL, na primeira semana do mês de junho poderão ser realizadas atividades comemorativas e educativas em escolas, universidades, museus, bibliotecas e demais instituições culturais do Estado, a fim de divulgar a vida e obra de Tobias Barreto. Ainda segundo o texto, o Poder Executivo, em conjunto com as Secretarias de Cultura e Educação, deverá promover eventos, a exemplo de exposições, palestras, seminários, em homenagem ao poeta.

 

Breno Garibalde I

O vereador Breno Garibalde utilizou a tribuna para falar sobre o desabamento de um trecho da ciclovia da Orla Sul, em Aracaju. Para o parlamentar, a situação foi causada por um problema grave que vem gerando impactos em vários pontos da capital: a falta de planejamento.

 

Breno Garibalde II

“Embaixo da ciclovia, passa uma tubulação de drenagem, que não está dando conta da quantidade de água. Essa é a primeira situação de muitas que vão acontecer ainda, já que as tubulações não vão dar conta. Estão impermeabilizando o solo da Zona de Expansão, e esse problema não é novidade, a gente já vem falando sobre isso, inclusive, semana passada eu abordei a questão do aterramento das lagoas, que está gerando impactos para a população. Até quando isso vai acontecer sem um planejamento? É uma situação muito preocupante”, declara Breno.

 

Breno Garibalde III

Reivindicação constante em seu mandato, o vereador volta a abordar a importância da revisão do Plano Diretor de Aracaju. “Precisamos discutir o Plano Diretor! A gente não está tocando no assunto e simplesmente a Zona de Expansão, como toda cidade, tá crescendo e cada vez mais áreas vêm sendo impermeabilizadas. Essa área de expansão me preocupa muito porque está ficando ilhada por não suportar a quantidade de água. As emergências climáticas estão gritando e a gente precisa ficar atento a isso”, ressalta o vereador.

 

Pastor Diego I

Após a participação de integrantes do coletivo Mães para a Diversidade, em Sessão Plenária da Câmara Municipal de Aracaju (CMA), o vereador Pastor Diego (PP) marcou posição sobre as questões de identidade de gênero na infância e adolescência. Na ótica do parlamentar, crianças e adolescentes não possuem maturidade legal e psicológica suficientes para tomarem decisões significativas sobre a vida.

 

Pastor Diego II

“O parlamento é o lugar do debate, do respeito, da humanidade e o lugar da divergência. Eu respeito a fala das mães, porém, discordo. Na minha concepção não existe criança A, B, C ou D. Entendo que existe infância, criança. Eu não consigo entender que uma criança tem maturidade para tomar decisões tão importantes, que vão determinar a sua vida completamente. Ainda mais em uma fase tão prematura, tão inicial”, declarou.

 

Pastor Diego III

De acordo com o Ordenamento Jurídico Brasileiro, a criança e o adolescente até os 16 anos são absolutamente incapazes. A incapacidade, em regra, só cessa aos 18 anos, momento em que atinge a maioridade completa e se obtém a capacidade civil plena. “Ou seja, em essência, nos primeiros anos de vida, a criança não tem condições para avaliar com bom senso e clareza o suficiente para conduzir a própria vida nem tomar decisões. Ela precisa de total representação”, argumentou Pastor Diego, que também é advogado.

 

Sem maturidade

Já do ponto de vista da Psicologia, entende-se que até os 11 anos o cérebro de um ser humano ainda não atingiu o pleno desenvolvimento. “Portanto, não devem ser estimuladas a passar por uma transição precoce. A criança não consegue ter a consciência plena de tomar até as decisões mais simples de sua vida. Como é que eu posso compreender que terá maturidade para tomar uma decisão sobre uma mudança que vai determinar a sua vida completamente? Uma escolha que determinará o seu futuro”, ressaltou o vereador.  

 

Pulando fases

Partindo desse pressuposto, o parlamentar reforça que estão acelerando todas as etapas de formação da infância e juventude e que decisões complexas pertencem ao mundo adulto. “Eu digo isso com respeito, com amor, sem discurso de ódio. Para mim, criança é criança. Não existe criança A, B, C ou D. Deve ser respeitada, preservada e tratada como criança. Apenas quando atingir a fase adulta, tiver maturidade e consciência plena para tomar as decisões, assuma e decida ser quem quiser ser”, completou Diego.

 

Joaquim da Janelinha I

Após aprovação na Câmara Municipal de Aracaju, do Projeto 10/2023, de autoria do vereador Joaquim da Janelinha (Solidariedade), fica permitida às pessoas diagnosticadas com doença renal crônica, a utilização das vagas de estacionamento destinadas às pessoas com deficiência – PCD.

 

Joaquim da Janelinha II

“Senti de perto todas as dificuldades de um doente renal crônico, já que acompanhei a minha esposa Sandra por todo este processo. Atualmente ela é transplantada, e, assim como ela, certo de que esta iniciativa irá contribuir muito com o interesse público local, percebi essa grande necessidade de implantação. Estou muito satisfeito com a aprovação”, pontuou Joaquim.

 

Joaquim da Janelinha III

Sendo assim, é considerado para os devidos fins: os que fizeram transplante renal; pacientes com insuficiência renal crônica; lesão renal progressiva e irreversível da função dos rins em sua fase mais avançada, com identificação no Código Internacional de Doenças –CID pelos números CID N 18.0, N 18,9 e Z94.0 (rim transplantado).

 

Comprovação

Vale lembrar que se faz necessário a devida comprovação, sendo exigido está sempre portada da declaração médica. Além disso, a Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito – SMTT, deve emitir os cartões para as pessoas elencadas nesta Lei, sendo obrigatória a afixação no veículo, em local de fácil visibilidade.

 

Yandra Moura I

A Deputada Federal Yandra Moura (União) acompanhou o embaixador da Irlanda, Seán Hoy, o governador Fábio Mitidieri e toda a comitiva durante a visita à cidade de Divina Pastora. O objetivo foi apresentar ao embaixador o trabalho das rendeiras e os produtos de renda irlandesa feito no município.

 

Yandra Moura II

A presença ativa da Deputada Yandra Moura ressalta o quanto ela tem trabalhado pela valorização da cultura local. “Tenho dito o quanto é importante não deixar morrer a nossa renda irlandesa de Sergipe. Faço questão de consumir a renda irlandesa, estou vestindo uma peça que foi feita pelas mãos de rendeiras desta cidade. Levo em diversas oportunidades para mostrar às deputadas e deputados federais esse trabalho que é feito aqui em Divina Pastora, no berço da renda irlandesa”, destacou a parlamentar.

 

Yandra Moura III

“A renda irlandesa é um tesouro cultural que precisamos preservar e valorizar. Estou orgulhosa de promover essa arte única e de receber o embaixador Seán Hoy em Sergipe. Contem comigo pra não deixar morrer a nossa cultura, nosso artesanato. Pois nós temos, além dessa deputada aqui, um governador que se preocupa também com a causa”, reforçou Yandra Moura.

 

Amigos do William I

Um dos núcleos habitacionais mais populosos de Aracaju, o conjunto Augusto Franco, vai ser palco de uma das festas mais animadas da cidade: o 'Arraiá Amigos de William'. A festa já é tradição na região e movimenta tanto o comércio local quanto a cultura junina, além de ser solidária, como explica o idealizador William Fonseca.

 

Amigos do William II

“Para curtir as cinco atrações já confirmadas do Arraiá - que acontece no dia 8 de julho, às 20h, no Gonzagão - os forrozeiros precisam de convite e mais dois quilos de alimento não perecível. Todas as doações arrecadadas são entregues para famílias de baixa renda, diversas instituições e igrejas”, conta William.

 

Amigos do William III

Em sua 4ª edição, o evento promete uma noite com muito forró ao som do 'Trio Piauí , Os Três MOLEQUES, baú das Antigas, Zuerões do Forró e Dedé Brasil e Jeanny Lins'. “Nossa festa é feita para o público que ama um forrozinho. É uma festa para amigos que foi crescendo e que caiu no gosto das pessoas”, revela o idealizador.

 

Eleições/Sindisan I

Nos dias 4 e 5 de julho serão realizadas as eleições para escolha dos membros da direção Executiva, do Conselho Fiscal e respectivos suplentes do SINDISAN para o triênio 2023-2026 e, também, para escolha do representante dos trabalhadores da DESO que irá compor o Conselho de Administração da Companhia no biênio 2023-2025.

 

Eleições/Sindisan II

Em ambas as eleições, apenas uma chapa foi inscrita: Chapa 1 (Unidade, Resistência e Luta para a direção sindical) formada por Antônio Carlos da Silva Góis, Elber Vinícius Rocha Santos e Raimundo José Cardoso Filho, para a escolha da representação dos trabalhadores da DESO.

 

Eleições/Sindisan III

De acordo com a diretora de Administração e Finanças do sindicato, Iara Nascimento, toda a logística para as duas eleições está preparada. Das 7h às 17h, nos dois dias, haverá urna nas sedes do sindicato, da DESO e da CODERSE, além de urnas itinerantes que percorrerão as demais unidades das duas companhias em todo o estado e, também, os SAAEs de Estância, Capela e São Cristóvão.

 

Alô Lagarto!

O Festival da Mandioca registrou, em mais um ano, recorde de público. Mais de 220 mil pessoas lotaram a praça do Tanque Grande para curtir os shows de Wesley Safadão, Xand Avião, Ana Castela, Gustavo Mioto, Nattan, Zé Vaqueiro, Alceu Valença, Adelmário Coelho, Avine Viny e Samyra Show

 

Festival da Mandioca

Foram mais de 25 atrações que animaram o público e levaram muita emoção durante os quatro dias de festa com shows de Antenor Nunes, Carlos Rabelo, Dhi Piseiro, Lourinho do Forró, Zueirões do Forró, Cássio Júnior, Igor Sanfona, Paulo Santos, Walter Nogueira, Trio Ave Rara, Cintura Fina, Whalace Dhi Mamãe, Danielzinho Caceteiro, Helder Nascimento e Forró 10 também fizeram parte da grade de artistas.

 

Hilda Ribeiro I

“Gostaria de agradecer à população lagartense por mais um ano de sucesso, pela receptividade, paz, trabalho e animação. O Festival da Mandioca se concretizou como uma das maiores festas do período junino do País”, afirmou a prefeita Hilda Ribeiro. Durante todo o Festival da Mandioca circulou na economia de Lagarto mais de R$ 40 milhões com os mais de 1 mil empregos gerados nos setores de bebidas, hotelaria, confecção, calçados, gastronomia em geral; e serviços de táxi, mototáxi e motoristas de aplicativos.

 

Hilda Ribeiro II

“Pensamos em tudo. Foi feito um planejamento durante meses. Tudo foi idealizado com dedicação para oferecermos uma bela festa para o povo de Lagarto e que os turistas e visitantes estivessem à vontade. Gostaria de agradecer a todos os servidores da Prefeitura que estiveram envolvidos nessa festa perfeita”, afirmou a prefeita Hilda.

 

Marisa Monte I

Sem tocar em Sergipe desde 2016, mas cheia de saudade, uma das cantoras mais respeitadas e amadas do Brasil - Marisa Monte - promete uma volta de “Portas” abertas pros fãs e casa cheia no dia 19 de agosto no Constâncio Vieira. A passagem pela cidade faz parte do encerramento do ciclo da turnê “Portas” pelo Nordeste.  Além das canções do novo álbum, o repertório do show destaca os momentos importantes da carreira de mais de três décadas da cantora e compositora.

 

Marisa Monte II

Com direção e concepção visual de Marisa Monte, Cláudio Torres e Batman Zavareze, no palco Marisa é acompanhada por Dadi (baixo, teclado e guitarra), Davi Moraes (guitarras), Pupillo (bateria), Pretinho da Serrinha (percussão, cavaquinho e voz), Chico Brown (teclado, guitarra, baixo e voz), Antonio Neves (trombone, adaptações e arranjos de metais), Eduardo Santanna (trompete e flugelhorn) e Lessa (flauta e sax).

 

Marisa Monte III

Os ingressos já estão disponíveis a partir de R$ 110, na Eventim (app e site). O show é mais uma realização da LS Entretenimento, que já anuncia em primeira mão um segundo semestre cheio de boa música para Sergipe.

 

ADESCRITA I

No último mês de Maio, a Associação de Desenvolvimento Social e Cultural Santa Rita (ADESCRITA), comemorou dois anos de existência, data em houve uma pequena comemoração. Mesmo diante de tantas dificuldades enfrentadas, a direção da entidade avalia que o saldo tem sido positivo.

 

ADESCRITA II

“Nesses dois anos realizamos parcerias importantes como, por exemplo, com o BANESE, que doou 1 computador, birô e cadeiras para melhor atendermos aos nossos associados; outras parcerias foram realizadas com a Comunidade Ojú Ifá, com a Associação das Marisqueiras e a Associação de Catadoras e Catadores de Mangaba Pe. Luiz Lemper. Com essas parcerias foi possível a distribuição de cestas básicas com vale gás, roupas para nossas crianças, dentre outras ações; realizamos alguns encaminhamentos, tirando dúvidas sobre o INSS e o acesso ao BPC, para alguns dos nossos associados”, explica a entidade em nota.

 

CRÍTICAS E SUGESTÕES

habacuquevillacorte@gmail.com e habacuquevillacorte@hotmail.com

 

 

O que você está buscando?

google-site-verification=GspNtrMqzi5tC7KW9MzuhDlp-edzEyK7V92cQfNPgMc google-site-verification=GspNtrMqzi5tC7KW9MzuhDlp-edzEyK7V92cQfNPgMc