Degrau por degrau! Candidato da situação será aquele que agregar mais!

Habacuque, 14 de Agosto, 2023

As notícias se repetem neste período com setores da imprensa fazendo uma série de especulações e/ou previsões sobre o cenário político em Aracaju. Há um clima de indefinição, tanto na situação quanto na oposição. Nas ruas da cidade, muito se comenta pelo nome da vereadora Emília Corrêa, mas ela ainda não “cravou” se irá ou não para a disputa pela PMA; é sabido que o advogado Mendonça Prado é pré-candidato e o Partido dos Trabalhadores, apesar dos rumores sobre alguns dos seus quadros políticos, também não antecipou suas preferências.

O “jogo” começa a ser montado e a oposição, em especial, tem consciência que não pode se precipitar, que, acima de tudo, não tem o direito de errar! O bloco da situação, apesar das inúmeras indefinições, continua bastante fortalecido e seus adversários, sem muita estrutura, sabem que equívocos podem colocar a perder todo o projeto. Para muitos especialistas e formadores de opinião, o melhor nome para enfrentar o bloco governista é o de Emília Corrêa; este colunista não discorda ainda, mas prefere esperar o tempo apresentar cenários menos “nebulosos”...

Já na situação um dos nomes que parece consolidado como pré-candidato é o do ex-governador Belivaldo Chagas (PSD); com o discurso de “banco de reservas”, de que “está para somar” e de que “é um homem de grupo”, o “galeguinho” vai se firmando como uma das alternativas. Alguns setores, inclusive, estão antecipando uma possível chapa com a secretária/delegada Danielle Garcia que, diga-se de passagem, já disputou a PMA em 2020, foi muito bem votada, além de ser muito carismática, tanto que foi muito bem recebida no bloco governista.

Outros nomes do agrupamento já foram lançados como pré-candidatos, mas o único que tem se colocado, se posicionado, que tem buscado se firmar nesse processo de escolha é o vereador Nitinho (PSD). Ele concede entrevistas, diz contar com apoio da sua “galera” e, com seu perfil simples e “sincerão” reconhece algumas dificuldades do ponto de vista político, mas não descarta ir além para realizar o sonho de chegar à Prefeitura de Aracaju. Nitinho tem o apoio de muitos vereadores de Aracaju, mas precisa construir uma “conjuntura” em defesa de seu nome.

Para este colunista, o cenário é esse: o candidato da situação será aquele que agregar mais! É evidente que esta decisão passará por um entendimento inicial entre o governador Fábio Mitidieri (PSD) e o prefeito Edvaldo Nogueira (PDT). Mas os demais líderes do agrupamento também serão ouvidos, de todos os partidos que compõem a base aliada. Vale lembrar que os entendimentos para 2024 também valerão para a eleição de 2026, ou seja, os “riscos” serão devidamente avaliados. O bloco governista tem vantagem por ter densidade eleitoral. Mas precisa de muito mais...

 

Veja essa!

Visivelmente deslocado do processo eleitoral, o prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira decidiu “fincar o pé” e anunciou nesse final de semana que vai sim “escolher o candidato” de sua sucessão. Com projeto definido para 2026, Edvaldo tenta se impor para não ser “esquecido” num futuro próximo...

 

E essa!

O problema é que, a cada dia, com a proximidade do final de sua gestão, Edvaldo vai se sentindo cada vez mais isolado, sem o mesmo prestígio político. Isso, diga-se de passagem, por uma “construção” dele próprio, que foi alvo de uma série de questionamentos dos próprios aliados, por sua desatenção.

 

Estilo difícil

Muitos aliados comentam que existem dois “Edvaldos”: um exercendo um mandato eletivo e outro sem mandato; a turma reclama da vaidade e do “isolamento”; relatam dificuldades no acesso, reclamam da falta de atenção. Coincidência ou não, em rota de fim de mandato, agora o prefeito está “precisando”...

 

Falando nele

Já que o assunto é a PMA e o prefeito de Aracaju, como não registrar a falta de mobilidade urbana da cidade? O que já era ruim, ficou ainda pior com a “exclusividade” dos corredores para ônibus, iniciada essa semana. Muitos engarrafamentos e confusão no trânsito já caótico da nossa capital. Essa foi Edvaldo quem fez...

 

A obra sem fim!

O interessante é que estes corredores, como o da Hermes Fontes, por exemplo, estão pronto desde antes da pandemia e nunca foram inaugurados. Agora, diante das críticas, e talvez já temendo a fiscalização dos recursos aplicados nestas obras, o prefeito de Aracaju simplesmente os coloca em funcionamento, a “toque de caixa”! Que fase!

 

Se liga, Mitidieri!

A coluna recebeu informações do Sertão e acredita que o governador não tem conhecimento: são fortes as denúncias dos excessos cometidos por alguns policiais quando realizam blitz nas rodovias estaduais. Sobretudo com as balanças móveis! Pequenos produtores são, geralmente, os que mais sofrem com alguns abusos. Segundos os denunciantes, chegam a ser visíveis “algumas práticas” nas margens das rodovias...

 

Tem que fiscalizar

Este colunista não está aqui pregando que os policiais rodoviários não façam o trabalho devido, de fiscalização, até para preservar a segurança dos condutores. Mas alguns excessos extrapolam o bom senso e muitos trabalhadores estão sendo prejudicados na região do Sertão. Isso é ruim para a imagem do governo, além de ser danoso para quem sobrevive de seus pequenos negócios...

 

Bomba!

Semana passada este colunista antecipou supostas investigações sobre a má aplicação de recursos públicos, sobretudo, verbas federais, dinheiro da União. Há quem diga que, mais cedo ou mais tarde, a Polícia Federal fará algumas “visitas” em terras sergipanas, seja por questões de ordem administrativa, seja por questões eleitorais...

 

Exclusiva!

Uma “fonte”, lendo as notas da semana passada, imaginou que se tratava de um determinado município, onde a impressão é que “se encaixa” em quase tudo o que foi dito! Este colunista não só concorda, mas vai além: por conta de alguns excessos, até hoje a administração não conseguiu colocar os “trilhos” em ordem novamente...

 

Janier na fita!

Uma fonte assegura: a ex-deputada Janier Mota já estaria decidida a disputar a Prefeitura de Itabaianinha no próximo ano. Inclusive existe uma movimentação política na cidade neste sentido. Janier, que não tem o apoio do atual prefeito, vai “costurando” uma pré-candidatura unificando quase toda a oposição.

 

Palmas para André!

O acordo que gerou muitas discussões, mas que beneficiou o ex-deputado federal André Moura, inclusive quanto a sua elegibilidade, é algo sim bastante positivo para Sergipe. André foi o primeiro sergipano a liderar um governo na Câmara Federal e o único a liderar o Congresso Nacional. Sem contar no volume incalculável de recursos que ele viabilizou para diversos municípios sergipanos, cujos frutos são colhidos até hoje. Se a notícia é boa para André, com todo respeito ao demais, mas também é muito positiva para o nosso Estado.

 

Capital da Educação I

Ainda repercute em Sergipe o II Workshop da Educação promovido pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE) e sob a coordenação da conselheira Susana Azevedo e do procurador-geral do MPC, João Augusto Bandeira de Mello. A iniciativa envolveu nomes reconhecidos nacionalmente pelo compromisso com boas práticas para uma educação transformadora e que resultou em dois dias de muitas explanações e debates técnicos que podem nortear governadores e prefeitos de todo o País.

 

Capital da Educação II

Sob a presidência do conselheiro Flávio Conceição, o Tribunal de Contas promoveu uma discussão ampla sobre a qualidade da Educação oferecida aos estudantes do País, inclusive com a exposição de exemplos de deram certo e que podem ser replicados em outras cidades. Pela dimensão e importância do evento, não é exagero afirmar que graças ao TCE de Sergipe, por dois dias Aracaju mereceu o título de “Capital da Educação”.

 

CadÚnico

Conforme informação do Governo Federal, até o último mês de julho, 934 mil beneficiários foram cortados do Cadastro Único (CadÚnico) por deixarem de cumprir com os requisitos de acesso ao Bolsa Família. O dado foi tema de manifestação do conselheiro José Carlos Felizola, do Tribunal de Contas do Estado (TCE/SE). Na ocasião, ele se somou à ideia de mobilização dos órgãos de controle externo na busca por possíveis irregularidades no cadastro.

 

José Carlos Felizola I

O conselheiro lembrou que a necessidade do preenchimento adequado do CadÚnico ganhou evidência na apresentação da Secretária Nacional de Renda de Cidadania, Eliane Aquino, na última semana, durante o II Workshop da Educação, ocorrido no auditório do TCE/SE. “Ela fez um apelo para que todos os Tribunais de Contas do país ajudem”, comentou Felizola, acrescentando que a sugestão foi acatada de imediato pelo presidente da Associação dos Membros dos Tribunais de Contas do Brasil (Atricon), conselheiro Cezar Miola (TCE/RS), “que fará uma carta de recomendação a todos os Tribunais nesse sentido”, pontuou.

 

José Carlos Felizola II

Ainda segundo o membro do colegiado, a colaboração do Sistema Tribunais de Contas pode ser decisiva para evitar o desperdício de recursos públicos "com pessoas que não têm a necessidade de receber esse benefício; isso é dinheiro público sendo jogado fora", concluiu. 

 

Bandeira de Mello

O registro ganhou apoio do procurador-geral do Ministério Público de Contas (MPC), João Augusto Bandeira de Mello, que disse ver com otimismo a sugestão de alinhamento de esforços nessa pauta. “O Cadastro Único é importantíssimo não só para o Bolsa Família, como diversos outros programas sociais e acredito que o sistema de controle externo fará um trabalho nesse sentido para colaboramos - cada um dentro da sua esfera de competência - para que esses cadastros reflitam a realidade e possam trazer a plenitude da eficiência da política pública nela envolvida”, ressaltou Bandeira.

 

IEGM/2023

O Pleno do Tribunal de Contas do Estado (TCE/SE) aprovou o Ato Deliberativo 1022/2023, que dispõe sobre a aplicação do Índice de Efetividade da Gestão Municipal (IEGM-2023). A partir desta segunda-feira (14), as gestões dos 75 municípios sergipanos deverão responder ao questionário que será disponibilizado no site da Corte de Contas.

 

Efetividade

Aplicado desde 2016 pelo TCE/SE, o IEGM foi criado pelo Instituto Rui Barbosa (IRB), em parceria com o Tribunal de Contas do Estado de São Paulo. A cada ano, os gestores municipais respondem perguntas sobre a sua administração, divididas em sete eixos temáticos: educação, saúde, planejamento, gestão fiscal, meio ambiente, cidades protegidas e governança em tecnologia da informação. A partir dessas respostas que é calculada a métrica que resulta no índice.

 

Carina Nascimento I

Conforme aponta o Ato Deliberativo, a responsabilidade pelo preenchimento do questionário eletrônico é do chefe do Poder Executivo Municipal, após certificação do responsável pelo órgão central de Controle Interno do Município. Todas as perguntas precisam ser respondidas, como pontua a assessora de planejamento Carina Nascimento.

 

Carina Nascimento II

“É importante que os gestores estejam atentos às orientações, uma vez que a omissão, o descumprimento ou o atraso no preenchimento ou envio do certificado de validação do controle interno serão passíveis de aplicação de multa”, observa Carina Nascimento.​

 

Doação

O governo do Estado fez doação de prédio estadual para a Central de Abastecimento (Ceasa) de Nossa Senhora da Glória. O governador Fábio Mitidieri assinou o termo de doação em reunião com a prefeita do município, Luana Oliveira.

 

FAMES I

A Federação dos Municípios do Estado de Sergipe (FAMES) tem recebido inúmeros protestos de prefeitos preocupados com a redução do Fundo de Participação dos Municípios (FPM). De acordo com levantamento da Confederação Nacional de Municípios (CNM), o primeiro decêndio deste mês de agosto será 20,32% menor que os R$ 8,8 bilhões repassados no mesmo período de 2022.  

 

FAMES II

A queda no FPM pode ser atribuída a diversos fatores, no entanto, para o primeiro decêndio deste mês, são apresentados dois fatores: a redução na arrecadação do Imposto de Renda das Pessoas Jurídicas (IRPJ) – menos 8% ou R$ 5,1 bilhões – e o aumento de restituições do IR em 56% (ou R$ 4,3 bilhões). 

 

Alan Andrelino

Para o presidente da FAMES, Alan Andrelino, esta é uma grande preocupação dos prefeitos, pois o FPM é uma das principais fontes de receita das prefeituras e a redução do repasse afeta diretamente a capacidade dos municípios em oferecer serviços públicos de qualidade. “Essa queda impacta diretamente o orçamento das prefeituras, que precisam lidar com o desafio de manter serviços essenciais, como saúde, educação e infraestrutura, com recursos cada vez mais limitados”, enfatizou o presidente.  

 

Olha a Sedetec!

Com o objetivo de conhecer um pouco mais sobre as potencialidades de Sergipe e incentivos oferecidos pelo Governo do Estado, empresários do grupo Ruichang International Holdings Limited, da China, visitaram a Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico, da Ciência e Tecnologia (Sedetec).

 

Com os chineses

Na oportunidade, o grupo dialogou com o secretário Valmor Barbosa e com o presidente da Companhia de Desenvolvimento Econômico de Sergipe (Codise), Ronaldo Guimarães. A Agência de Desenvolvimento de Sergipe (Desenvolve-SE) também atua nas tratativas junto à empresa. 

 

Refinaria em SE

A Ruichang International é uma empresa chinesa que possui diversas subsidiárias atuantes nas áreas de engenharia, design e manufatura, provedora de serviços para o mercado de química e refinarias industriais. A empresa estuda a viabilidade de construir uma refinaria em Sergipe, com objetivo de processar, num primeiro momento, mais de 50 mil barris/dia, e buscou a Sedetec e a Codise para conhecer áreas e os atrativos oferecidos pelo Governo do Estado, principalmente aqueles relacionados ao Programa Sergipano de Desenvolvimento Industrial (PSDI). 

 

Alô Aparecida!

Circula nos bastidores da política de Aparecida a informação de que o agrupamento de oposição à atual prefeita Jeane da Farmácia está se organizando e que deve apresentar um vereador a uma advogada como cabeças de chapa na disputa ao executivo. O comentário é que a ex-prefeita não irá para o pleito porque possui parecer pedindo a rejeição de suas contas referentes a 2015 e uma ação civil patrocinada pelo Ministério Público que pede sua improbidade administrativa.

 

Alô Socorro!

O Ministério Público de Sergipe, por meio do promotor Julival Rebouças, ajuizou uma Ação Civil Pública contra a prefeitura de Nossa Senhora do Socorro, administrada pelo prefeito padre Inaldo, para obrigar o Poder Executivo Municipal a realizar as obras de drenagem e pavimentação no Anel Viário do Guajará, em Nossa Senhora do Socorro.

 

Obras no Guajará

Na Ação Civil Pública, o Ministério Público solicita “que o Município de Nossa Senhora do Socorro, no prazo de até 120 dias, seja obrigado a concluir o procedimento licitatório de escolha da empresa que executará as obras de retomada da construção do anel viário do Loteamento Guajará, sob pena do pagamento de multa diária no valor de R$ 10.000,00 por dia de descumprimento, sem prejuízo das demais medidas pertinentes”.

 

Ações paliativas

O Anel Viário do Guajará é a via de maior fluxo de veículos e pedestres no bairro. Os moradores reclamam constantemente das péssimas condições de trafegabilidade das vias dado que muitos carros e ônibus do transporte público atolam nas vias cheia de lama. A prefeitura de Nossa Senhora do Socorro tem feito ações paliativas que não tem resolvido o problema da falta de infraestrutura no bairro.

 

Tem dinheiro

Um dos argumentos do Ministério Público apresentado na Ação Civil Pública é que a prefeitura de Nossa Senhora do Socorro recebeu R$ 1 milhão de recursos de emenda parlamentar de autoria do senador Alessandro Vieira, e mesmo assim, não executou a pavimentação asfáltica do Anel Viário do Guajará.

 

Olha a Agrese!

Vem aí a Audiência Pública nº 002/2023 promovida pela Agência Reguladora de Serviços Públicos do Estado de Sergipe (Agrese), prevista para terça-feira (15), das 9h às 13h, no auditório da CODISE em Aracaju. O evento desempenha um papel fundamental ao trazer à discussão a proposta de alteração do Regulamento dos Serviços Locais de Gás Canalizado do Estado.

 

Gás canalizado

A audiência representa um espaço de diálogo e participação pública altamente relevante, congregando especialistas, representantes empresariais, associações do setor, consumidores e cidadãos interessados em contribuir com a evolução deste regulamento que governa os serviços de gás canalizado em Sergipe.

 

Ambiente regulatório

A motivação por trás da necessidade de atualizar o regulamento deriva do compromisso contínuo da Agrese em promover um ambiente regulatório modernizado e equilibrado, adaptado às necessidades da sociedade e das empresas prestadoras destes serviços essenciais.

 

Pastor Diego I

Saúde emocional tem que ser levada a sério, é o que defende o vereador Pastor Diego (PP). Durante a Sessão Plenária da Câmara Municipal de Aracaju (CMA), o parlamentar enalteceu o “Projeto Acolher”, de iniciativa do Governo Estadual, que tem o objetivo de aprimorar e fortalecer o acolhimento, a assistência, as ações voltadas para a saúde mental e a segurança dos alunos e professores da Rede Estadual de Ensino.

 

Pastor Diego II

Na ótica dele, o referido programa representa um avanço nas políticas públicas de assistência psicossocial e favorece o cotidiano escolar. “Tivemos tragédias e casos fatais em outros estados. Sergipe sai na dianteira quando aprova um projeto como este na Assembleia e o governador, não só sanciona, mas põe em prática uma lei que traz benefícios tanto aos estudantes quanto aos colaboradores da Educação”, disse.

 

Projeto Acolher

O Projeto Acolher vem com a proposta de contribuir para o desenvolvimento intelectual, emocional e social dos estudantes. Além de fomentar, junto à escola, a construção de valores e soluções que colaborem positivamente com o bem-estar, o rendimento escolar e a integração com a sociedade. E ainda, desenvolve iniciativas que promovam avanços das condições de trabalho dos profissionais de educação.

 

Paulo Júnior

O deputado estadual Paulo Júnior protocolou Projeto de Lei propondo que o Festival de Artes de São Cristóvão seja bem de interesse cultural. Realizado em São Cristóvão, o Festival reúne diversas manifestações culturais (música, teatro, literatura) sendo um espaço de produção e divulgação cultural, atraindo turistas e movimentando a economia local. “Em 2022, mais de 50 mil pessoas participaram do Fasc, um festival que exalta nossa cultura, nossa identidade, além de ser um espaço de pluralidade social e artística”, disse Paulo Júnior.

 

Piso da Enfermagem I

Após reunião com a ministra da Saúde, Nísia Trindade, em relação aos parâmetros para repasse federal referente ao piso dos trabalhadores da enfermagem, o governador Fábio Mitidieri confirmou que o Projeto de Lei Estadual regulamentando a situação será enviado para a Assembleia Legislativa (Alese) até o dia 21 deste mês de agosto, data apresentada pelo Governo Federal para início do repasse.

 

Piso da Enfermagem II

O texto já está em tramitação interna, passando por análises da Procuradoria Geral do Estado (PGE/SE) e das Secretarias de Estado da Administração (Sead), da Saúde (SES) e de Governo (Segov). A partir da definição de parâmetros, apresentados em reunião virtual com todos os governadores do país, o PL segue para ajustes jurídicos, e posteriormente será protocolado na Assembleia.

 

Fábio Mitidieri

Nesse contexto, Fábio Mitidieri reiterou o compromisso com a categoria, lembrando que o Estado é responsável por servidores e empregados públicos da rede estadual e de hospitais filantrópicos. “Vamos enviar um projeto regulamentando a complementação salarial do Piso da Enfermagem até o dia 21 deste mês, data que o Governo Federal informou que inicia o repasse. Uma demanda antiga da categoria que finalmente será atendida, reconhecendo o valor desses profissionais. O piso é uma vitória dos profissionais da enfermagem”, destacou o governador.

 

Laércio Oliveira I

O senador Laércio Oliveira (PP) apresentou o parecer favorável ao empréstimo de R$ 500 milhões com o Novo Banco de Desenvolvimento (NBD) para financiar o projeto “Aracaju Cidade do Futuro”, da prefeitura de Aracaju. O senador sergipano defendeu agilidade na votação da MSF 52/2023 e revelou que a proposta está na pauta da Comissão de Assuntos Econômicos da próxima terça-feira, dia 15 agosto. 

 

Laércio Oliveira II

“Estive hoje com o presidente da Comissão de Assuntos Econômicos, Vanderlan Cardoso (PSD-GO), e ele me garantiu que o projeto está na agenda e será votado na próxima terça-feira. Com o meu relatório e o apoio dos demais colegas, tenho certeza que a proposta será aprovada e a cidade de Aracaju vai contar com o empréstimo”, explicou Laércio.  

 

Laércio Oliveira III

O senador sergipano lembrou que vinha monitorando o empréstimo junto ao chamado banco dos Brics, o bloco de países emergentes que reúne Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul, a pedido do prefeito Edvaldo Nogueira. “Quero aproveitar e cumprimentar o prefeito e a sua equipe que trabalharam arduamente para que este momento chegasse”, disse Laércio. 

 

Breno Garibalde I

A Câmara de Aracaju aprovou por unanimidade o Projeto de Lei nº 192/2022, de autoria do vereador Breno Garibalde, que dispõe sobre a criação do Programa Municipal de Ecobarreiras. Após a sanção da Prefeitura de Aracaju, fica instituído o sistema de ecobarreiras, que são estruturas flutuantes com a função de barrar o lixo dos canais de drenagem da capital sergipana, evitando que chegue até os rios.

 

Breno Garibalde II

A implantação dos dispositivos já é uma realidade em Aracaju, tendo a primeira instalação realizada pelo próprio vereador Breno Garibalde em junho de 2022, no bairro Jabotiana. Desde então, a ideia tem dado certo e a Prefeitura de Aracaju instalou outras ecobarreiras em locais como o canal do Tramandaí, no bairro Jardins; no da Avenida Airton Teles, Santo Antônio, no Conjunto Almirante Tamandaré - Santos Dumont, e na Travessa Iracema, no bairro Japãozinho.

 

Breno Garibalde III

“O Brasil ainda é um país que gera muitos resíduos e descarta de forma inadequada. Boa parte disso, vai parar diretamente nas nossas águas, gerando um impacto gigantesco para o meio ambiente e para nós enquanto sociedade. Por isso, a instalação desses dispositivos de baixo custo e de fácil manutenção, deve ser cada vez mais incentivada e ampliada. Claro que é preciso que isso caminhe junto com políticas públicas focada na despoluição urgente dos nossos rios”, afirma o vereador. 

 

Professor Bittencourt I

O vereador, Professor Bittencourt, enalteceu as ações que vêm sendo desenvolvidas na Escola de Governo e Administração Pública (Esgap), durante o pequeno expediente, em sessão ordinária, na Câmara Municipal de Aracaju. A unidade educacional, que é localizada na Rua Boquim, centro da capital, tem como objetivo capacitar os servidores de Aracaju, com incentivo a inovação e tecnologia, ampliar a participação dos servidores nos processos de capacitação e cuidar do bem-estar psicossocial.

 

Professor Bittencourt II

O parlamentar parabenizou o trabalho do diretor Bosco Rolemberg diante do volume, qualidade e ousadia desempenhada nas atividades da escola, no intuito de cumprir seu papel educacional. “O querido Bosco e toda sua equipe, apresentou o relatório semestral da escola, e neste semestre, foram 621 servidores capacitados, em atividades de 54 horas-aulas. Também foram desenvolvidos 12 eventos, 9 cursos e 3 palestras. Todo e qualquer servidor pode ter acesso ao conjunto de palestras, cursos e qualificações que estão à disposição. Todo e qualquer gestor pode ir à escola de formação administrativa e apresentar o que ele gostaria de implementar para melhor, qualificar o seu pessoal, e aquela escola prontamente tem realizado", destacou.

 

Sergipe em Áudio

O podcast “Sergipe na Palma da Mão” tem conquistado cada vez mais ouvintes e alcançado grande sucesso nas redes sociais. Comandado pelo economista Eduardo Buda e pelo jovem jornalista Higor Trindade, o programa se destaca por sua abordagem abrangente, que recebe desde políticos e empresários até influenciadores e o público em geral. Transmitido simultaneamente em diferentes plataformas, o podcast conta com a talentosa Maria Eduarda, uma revelação da comunicação sergipana, como produtora, e é gravado nos estúdios da Rede Luppa, localizados em Aracaju.

 

Eduardo Buda

Eduardo Buda é economista por formação, consultor político e produtor cultural. Ele já ocupou cargos na administração direta do Estado de Sergipe e já foi proprietário da banda Cana com Limão. Além de seu conhecimento técnico, Buda é conhecido por sua habilidade de explicar conceitos complexos de forma clara e acessível, o que o torna um comunicador excepcional.

 

Higor Trindade

Higor Trindade, por sua vez, é um jornalista com uma carreira consolidada na cobertura de eventos políticos e sociais. Sua capacidade de realizar entrevistas incisivas e de trazer análises aprofundadas sobre os assuntos tratados o tornou uma figura conhecida e respeitada no meio jornalístico sergipano. Trindade é reconhecido por seu comprometimento com a imparcialidade e por sua habilidade de transmitir informações de maneira objetiva e precisa.

 

Proposta diversificada

O podcast “Sergipe na Palma da Mão” vem se destacando no cenário sergipano e ganhando cada vez mais notoriedade. Com uma proposta diversificada, os episódios abordam temas como economia, política, cultura, entretenimento e assuntos relevantes para a sociedade como um todo. Essa abrangência tem atraído um público variado, interessado em se manter informado e atualizado sobre os mais diversos assuntos.

 

Convidados ilustres

Uma das características marcantes do podcast é a variedade de convidados ilustres que já passaram pelos microfones. Desde influenciadores digitais populares, como Gordinho do Povo e Tia Jack, até políticos renomados, como Mendonça Prado, Ricardo Marques, Júnior Torres, Eliana da Sopa e o vereador de Itaporanga d’ajuda Felipe Sobral, o programa tem oferecido um espaço para que diferentes vozes sejam ouvidas e debatidas. Essa diversidade de perspectivas contribui para a riqueza de conteúdo e para a relevância do programa na comunidade sergipana.

 

Transmissão

O podcast é transmitido de forma simultânea nas principais redes sociais, alcançando um público amplo e possibilitando a interação direta dos ouvintes. Essa interatividade é um dos pontos fortes do programa, permitindo que os espectadores participem com comentários, perguntas e sugestões durante as transmissões ao vivo. Essa conexão direta com o público contribui para a construção de um ambiente dinâmico e engajado, no qual todos se sentem parte do debate.

 

CRÍTICAS E SUGESTÕES

habacuquevillacorte@gmail.com e habacuquevillacorte@hotmail.com

 

 

O que você está buscando?

google-site-verification=GspNtrMqzi5tC7KW9MzuhDlp-edzEyK7V92cQfNPgMc google-site-verification=GspNtrMqzi5tC7KW9MzuhDlp-edzEyK7V92cQfNPgMc