10 cuidados ao praticar atividade física nos dias quentes

Jose Costa, 24 de Setembro, 2023

Veja como manter o corpo em movimento de maneira segura para a saúde

 

Uma onda de calor intenso tem atingido cidades em todo o Brasil. Se, por um lado, esse clima é um convite para atividades ao ar livre, piscina e praia, por outro, existe a preocupação com o tempo muito quente, principalmente para quem pratica atividade física. Isso porque o calor excessivo pode promover muitas alterações no balanço hídrico e no sistema circulatório, impactando principalmente a pressão arterial e expondo a saúde a riscos.

 

O educador físico Ygor Azeredo Zago, da academia The Corner Sports & Health, destaca que as atividades físicas, mesmo em condições climáticas amenas, já exigem uma alimentação equilibrada e uma vigorosa hidratação. “Com o calor, a demanda de energia e água é muito maior. Além disso, a exposição ao sol forte sem proteção também pode contribuir com o câncer de pele”, afirma o profissional.

 

Apesar disso, vale ressaltar que exercício físico faz bem para a saúde e precisa ser praticado com segurança em qualquer época do ano, porém, treinar em altas temperaturas deve ter cuidado redobrado. Por isso, os educadores físicos Ygor Azeredo Zago e Bianka Paulon elencam 10 dicas para reduzir o risco de estresse térmico!

 

1. Busque um ambiente mais fresco

Encontrar ambientes adequados para praticar exercícios é uma saída para os atletas que desejam manter suas metas, seja na perda de peso ou no ganho de massa muscular. “As academias podem ser uma boa alternativa para quem procura manter a rotina de exercícios mesmo nos dias mais quentes. Mas é importante que elas contenham a devida climatização, acompanhamento de treinadores, possibilitando maior conforto e resistência corporal, além do aprimoramento dos resultados. Sem falar em todos os [outros] cuidados, como a constante hidratação”, destaca Fernando Menezes, CEO da Selfit Academias.

 

2. Utilize protetor solar

O uso do protetor solar diminui os efeitos deletérios dos raios ultravioleta A e B, responsáveis pelo envelhecimento precoce decorrente da exposição do sol e por queimaduras. Em casos extremos, acarretam também desenvolvimento do câncer de pele.

 

3. Hidrate o corpo

É comum eliminarmos mais água e eletrólitos durante dias quentes. Assim, é de extrema importância que estejamos sempre hidratados. Não temos costume de ver o quanto do líquido estamos ingerindo, não é mesmo? A dica é sempre estar com uma garrafinha por perto para incentivar o consumo.

 

4. Consuma alimentos ricos em água

Incluir alimentos que contêm mais água e determinados nutrientes ajuda o corpo a resfriar. Se você tem dificuldade em beber água, aumente o consumo de comidas como melão, melancia, pepino, alface etc.

 

5. Atente-se aos horários

Evite se expor ao sol forte, principalmente entre 10h e 16h. Além de aumentar o risco de desidratação, se exercitar quando o sol está muito quente pode causar náuseas, tonturas e queimaduras na pele. Além disso, use chapéus, óculos de sol, roupas leves e respiráveis.

 

6. Aumente a intensidade do treino gradativamente

Evite sessões de treinamento muito longas e intensas. É importante dar um tempo ao seu corpo para se acostumar com as temperaturas mais altas. Aumente de forma gradativa a intensidade do seu treino e deixe seu corpo ir se adaptando.

 

7. Tenha um acompanhamento profissional

O profissional de Educação Física ajustará a intensidade e o volume do seu treino de forma correta para não sobrecarregar seu corpo, respeitando seu limite biológico e objetivos. Assim, possibilita que você tenha treinos mais produtivos, com menor sensação de cansaço e fadiga.

 

8. Observe o seu corpo

Sabemos que, apesar de saudável, a exposição excessiva à radiação pode causar problemas à saúde. Alguns sinais, como náuseas, tontura, fraqueza, falta de ar, vermelhidão e outros, são indicativos que a sessão de treino deve ser interrompida.

 

9. Respeite os seus limites

A sensação de esforço no calor parece ser maior do que em dias mais amenos. Assim, é importante respeitar os limites para evitar o aumento exagerado da temperatura corporal e sobrecarga cardíaca.

 

10. Aproveite as vitaminas e os minerais

Seu corpo perde mais sais minerais que o normal devido ao suor. Como o corpo não produz minerais ou vitaminas o bastante, é preciso ingeri-los na alimentação. Além de ser preciso continuar a hidratação, boas opções práticas e rápidas para pré e pós-treino são: banana, damasco, grãos integrais e até barra de proteína enriquecida com vitaminas e minerais, com base em fibras e proteínas.

 

Fonte: https://saude.ig.com.br/parceiros/edicase/2023-09-22/10-cuidados-ao-praticar-atividade-fisica-nos-dias-quentes.html - Por Calu Fernandes

O que você está buscando?

google-site-verification=GspNtrMqzi5tC7KW9MzuhDlp-edzEyK7V92cQfNPgMc google-site-verification=GspNtrMqzi5tC7KW9MzuhDlp-edzEyK7V92cQfNPgMc