Edvaldo “usa” Luiz Roberto para pressionar Fábio e sinalizar para Rogério

Habacuque, 04 de Setembro, 2023

Não é todo mundo que tem habilidade para evoluir no meio político. Tem que ter competência, habilidade, estrutura, agrupamento, carisma, compromisso e palavra, e, acima de tudo, boas estratégias! Por incrível que pareça, mesmo sendo o prefeito que por mais tempo governou Aracaju, a impressão às vezes é que Edvaldo Nogueira (PDT) não tem quase nenhuma dessas qualidades! Ser gestor da capital do Estado talvez já seja o maior “legado” que ele se orgulhará em exaltar quando deixar a vida pública futuramente.

Mas Edvaldo não tem sido um político competente para dar “voos maiores” e, muito menos, para ajudar seus “raríssimos” aliados; se lhe sobra a estrutura financeira da administração, lhe falta também habilidade política para articular, para construir um relacionamento mais próximo com os vereadores da cidade, com as principais lideranças políticas do Estado. “Carismático” todos nós já sabemos que ele não é! Nas festas juninas a “zabumba” até ajuda, mas ele Edvaldo aparenta ser “o líder do Exército de um homem só”!

Ele não tem um agrupamento para chamar de seu! Os vereadores de sua bancada, por exemplo, já lhe impuseram derrotas vexatórias no parlamento! Política é a arte do diálogo, do entendimento; geralmente se destacam aqueles que podem empenhar a palavra, aqueles que honram seus compromissos! Os mais próximos costumam dizer que conhecem “dois Edvaldos”: um no Poder e outro, completamente diferente, quando não está exercendo cargos públicos. Mas seus atos demonstram que ele não tem estratégia política!

Edvaldo não elegeu Valadares Filho na PMA como seu sucessor em 2012; não se elegeu deputado federal em 2014; não elegeu Luiz Roberto e nem Antônio Bittencourt para deputados em 2022; hoje ele só encontra “consolo” dentro do PDT! Tentou a todo custo empurrar “de cima para baixo” uma pré-candidatura da secretária de Saúde, Waneska Barboza, que não decolou e foi descartada! Sem prestígio entre os líderes e liderados da situação, e talvez já temendo o “ostracismo” do futuro político, a “aposta da vez” é o secretário de Estado Luiz Roberto.

O prefeito de Aracaju quer fazer “do limão, a limonada”! Ele e Luiz Roberto, com todo respeito, são dois homens públicos que não possuem carisma! E, diante de um governador Fábio Mitidieri (PSD), que é um homem de palavra, Edvaldo tenta impor um nome para a PMA em 2024 a todo custo, usando seu ex-secretário e hoje auxiliar do governo, sem dialogar com ninguém, sem construir nada, sem articulação. Mas há uma “estratégia”: se Mitidieri “não topar o desafio”, Edvaldo tem um nome “seu” para fazer uma sinalização e tentar se reaproximar de Rogério Carvalho (PT). É mole?

Edvaldo não aceita nomes como o de Nitinho (PSD) e do ex-governador Belivaldo Chagas (PSD). Já recorreu ao senador Laércio Oliveira (PP) para tentar construir algo, mas algumas coisas não se compram, se conquistam! A liderança é uma delas! Nitinho tem uma identificação com Aracaju; Belivaldo talvez seja o que mais tenha densidade eleitoral; mas são nomes que não agradam Edvaldo, que prefere impor Luiz Roberto, pressionando Mitidieri e “flertando” com Rogério! Seria cômico se não fosse trágico. E o “fim melancólico” se aproxima...

 

Veja essa!

Coordenador da pré-campanha de Léo Rocha para prefeito de Campo do Brito, no próximo ano, o empresário Zé Carlinhos assegura: são boatos os rumores de que Léo estaria em conversações para ser candidato a vice na chapa da situação ou em uma possível chapa encabeçada por Zominho.

 

E essa!

Zé Carlinhos assegura que “tudo é possível na política”, mas que é para valer a pré-candidatura de Léo Rocha para prefeito. Ele, inclusive, revela que membros da situação e da oposição já demonstraram interesse em compor com o projeto que está em formatação, mas os nomes só serão revelados mais adiante...

 

Olha as pesquisas!

Aproveitando que falamos de Campo do Brito, a coluna chama a atenção da Justiça Eleitoral para algumas pesquisas que estão sendo distribuídas e divulgadas, recentemente, sobre alguns municípios sergipanos. Existem rumores até de suposta manipulação grosseira, com direcionamentos para nomes e para os períodos pesquisados. Tem pesquisa que só de um grupo existem três pré-candidatos...

 

Olho neles!

O governo Lula se viu obrigado a ceder Ministérios para o Centrão, mas em contrapartida, setores da Esquerda já pressionam o governo por conta de algumas pautas e, em contrapartida, começam a “pipocar” investigações e denúncias contra os partidos dos “novos aliados”. A turma da Esquerda está insatisfeita com a tal “governabilidade” e praticam um verdadeiro “fogo amigo”, em BSB e pelo restante do País...

 

Exclusiva!

O comando dos partidos em Sergipe vai definir o futuro das próximas eleições municipais em algumas cidades. Quem acompanha e acredita nas informações deste colunista, pode guardar esta e analisar em meados do próximo ano. Tem “criança” que vai ficar sem o “brinquedo” em 2024! Anotem...

 

Alô São Cristóvão!

A coluna obteve uma informação sobre o “clima quente” no Congresso do PSOL realizado no município de São Cristóvão, durante o final de semana. Os ânimos estavam tão exaltados que alguns membros quase chegaram às vias de fato, não fosse a famosa turma do “deixa disso”! Quem presenciou os fatos informou que diante das agressões verbais havia o receio de um atrito ainda maior após o término da reunião, que felizmente parece ter terminado em paz.

 

Clima quente!

Um dos envolvidos teria um cargo comissionado na gestão do prefeito Marcos Santana e teria ligação política e faz parte da corrente interna liderada pela vereadora de Aracaju, Sônia Meire (PSOL). A informação é que o conflito ocorreu com filiados históricos do PSOL no município. A coluna está aberta para que todos os envolvidos, se tiverem interesse, possam se manifestar...

 

Bomba!

A confusão pelo PSOL de São Cristóvão tem explicação: o partido agora tem fundo eleitoral e a informação é que o prefeito Marcos Santana, de saída do MDB, está montando parte de sua base eleitoral na legenda de Esquerda, facilitando a eleição de pré-candidatos a vereador. Aliados do prefeito estariam sendo orientados a se filiarem no PSOL diante desta viabilidade. Resta saber se a deputada estadual Linda Brasil, a vereadora Sônia Meire e o ex-deputado Iran Barbosa, líderes da legenda em Sergipe, concordam com essa “coalizão” na cidade histórica...

 

Sobre o PSDB

A informação é que o deputado federal Thiago de Joaldo, mesmo filiado ao PP, quer o comando do PSDB sergipano para seu irmão e prefeito de Itabaianinha, Danilo de Joaldo. Isso já está em formatação, mas existem rumores de que uma nova mudança de comando do ninho tucano pode ocorrer até o próximo ano. É aguardar...

 

FPM

A recente redução nas verbas do Fundo de Participação dos Municípios (FPM), principal fonte de receita para os municípios, sobretudo os de pequeno porte, foi tema de manifestação do conselheiro José Carlos Felizola na sessão plenária do Tribunal de Contas (TCE/SE).  O FPM consiste em uma transferência feita três vezes ao mês pela União às administrações municipais, e é composto de 25,5% da arrecadação do Imposto de Renda (IR) e do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI).

 

José Carlos Felizola I

Conforme dados da Confederação Nacional de Municípios (CNM), apenas neste início de segundo semestre (decêndios de julho e agosto), a queda foi de 8,3%. “Essa redução na arrecadação pode gerar uma grave crise financeira, fiscal, por parte dos municípios, que são sempre a parte mais fraca entre os entes federados, o que é um contrassenso, já que é nos municípios que nós vivemos, onde os serviços públicos são realizados”, afirmou Felizola.

 

José Carlos Felizola II

O conselheiro registrou ter debatido sobre o tema em seu gabinete, no dia anterior, com o presidente da Federação dos Municípios de Sergipe (Fames) e prefeito de Areia Branca, Alan Andrelino Nunes Santos, na ocasião acompanhado do advogado Pedro Fatel. “Temos visto uma preocupação muito grande dos municípios brasileiros, inclusive os sergipanos, principalmente por questões salariais, já que os recursos transferidos de outra natureza não podem ser utilizados para pagamento de folha de pessoal”, Felizola.

 

Libras no TCE

Desde a última quinta-feira (31) que as sessões de Primeira e Segunda Câmara e o Pleno do Tribunal de Contas do Estado (TCE/SE) passaram a contar com intérpretes da Língua Brasileira de Sinais (Libras), iniciativa do Diretoria de Comunicação e Mídias (Dicom) da Corte de Contas que tem como objetivo tornar todas as informações da Casa acessíveis aos cidadãos com deficiência auditiva. A medida é um avanço e mais uma conquista da gestão do presidente do TCE/SE, conselheiro Flávio Conceição.

 

TCE Cidadão!

Em 2020, ano que marcou o início da pandemia da Covid-19, o Projeto TCE Cidadão, iniciativa da Escola de Contas José Amado Nascimento (Ecojan), do Tribunal de Contas do Estado (TCE/SE), foi adaptado para o ambiente virtual, uma bem-sucedida transição que envolveu o empenho profissional de integrantes de diferentes departamentos da Corte de Contas sergipana. Após quase três anos com edições realizadas apenas no ambiente virtual, manhãs educativas que contaram com a participação de alunos de diversas instituições de ensino superior do Estado, o TCE Cidadão retornou a ser realizado presencialmente na sede da instituição de fiscalização e controle.

 

Prestígio 

O governador em exercício, Ricardo Múcio de Abreu, sancionou lei que altera a composição do Colegiado no Tribunal de Justiça de Sergipe (TJSE) de 13 para 15 vagas. A solenidade reuniu todos os desembargadores, deputados estaduais e secretários de Estado. As duas novas vagas serão ocupadas por critério de antiguidade e por votação interna do TJSE.

 

Ricardo Múcio

“O Estado cresceu e as causas aumentaram. Então, houve essa necessidade do aumento de duas vagas. O suprimento de mais dois desembargadores seguramente irá desafogar o número de processos, dando maior agilidade aos trabalhos do nosso Tribunal”, destacou o governador em exercício.

 

Coincidências

A gestão interina do desembargador Ricardo Abreu à frente do governo do Estado tem sido marcada por coincidências. Ricardo assume o Estado 29 anos após seu pai, também desembargador, Aloísio de Abreu, ter exercido a mesma função na gestão do então governador João Alves.

 

Olha a FAMES!

Com o objetivo de promover a assistência técnica aos municípios de Sergipe, sobre a Emenda Constitucional nº 124/2022, que institui o piso salarial nacional dos profissionais da Enfermagem, a Federação dos Municípios do Estado de Sergipe (FAMES) realizou a palestra “Piso da Enfermagem”, ministrada pelo consultor técnico de Brasília, Denilson Magalhães.

 

Piso da enfermagem

O encontro contou com a participação de prefeitos e gestores da Saúde dos municípios de Sergipe. Representando o presidente da FAMES, o prefeito de Campo do Brito, Marcell Souza, parabenizou a iniciativa da Federação e disse que tem a certeza de que é o desejo de todos os prefeitos e secretários da Saúde efetivar o pagamento dos profissionais da enfermagem, lembrando que o aporte do recurso para a complementação do piso só será repassado até o mês de dezembro deste ano.

 

Gledson Oliveira

Para o superintendente da FAMES, Gledson Oliveira, esta é uma oportunidade para promover esclarecimentos sobre o piso salarial, afinal, são os gestores que desempenham o papel fundamental na organização e administração dos serviços de saúde, incluindo a contratação e remuneração dos enfermeiros e técnicos.

 

Denilson Magalhães I

Durante o evento, o consultor técnico ressaltou a importância de esclarecer as informações para o cumprimento da Lei nº 14. 434. “A primeira informação que a gente precisa lembrar é de que a competência para a complementação do piso dos profissionais da enfermagem é do Governo Federal, não dos municípios. Está Legislação, na Emenda Constitucional nº 127, e está na decisão do STF (Supremo Tribunal Federal)”, declarou Denilson Magalhães.

 

Denilson Magalhães II

O palestrante informou ainda, que é importante que os gestores verifiquem e identifiquem a veracidade das informações alimentadas no InvestSus, pois de acordo com ele, alguns dados repassados anteriormente precisam ser atualizados na plataforma até o dia 10 de setembro, para que o Ministério da Saúde possa identificar os recursos que precisam ser repassados para os profissionais.

 

Alessandro Vieira I

O senador sergipano Alessandro Vieira foi conferencista no primeiro dia do LIDE Brazil Development Forum 2023, realizado em Washington DC, EUA. Alessandro foi palestrante no Painel 1 - Fatores que promovem o Desenvolvimento Sustentável, que contou com a presença do senador Rodrigo Pacheco (PSD-MG), presidente do Senado Federal e do Congresso Nacional; Roberto Campos Neto, presidente do Banco Central do Brasil; Ilan Goldfajn, presidente do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID); e Johannes Zutt, diretor para o Brasil do Banco Mundial.

 

Alessandro Vieira II

Durante sua participação, Alessandro Vieira destacou que o desenvolvimento sustentável se dá respeitando três bases: social, econômica e ambiental. "É preciso compreender que essa composição entre avanço econômico e preservação ambiental é absolutamente viável, e o Brasil já mostrou isso em diversas áreas, em particular no agro. O verdadeiro agro brasileiro é virtuoso, sustentável, tem, em grande parte, o selo verde e é uma potência mundial", afirma Vieira.

 

Alessandro Vieira III

Para Alessandro, o Congresso brasileiro entrega reformas importantes que colocam o Brasil numa posição de reconstrução, o que é bom para atrair investimentos. "No legislativo, precisamos avançar rapidamente na seara tributária para garantir esse realinhamento econômico brasileiro, mas também precisamos avançar na economia verde, na questão da educação - porque sem ela não vamos avançar em produtividade - e na questão da redução dos custos do estado, a reforma administrativa, que vai fechar uma série de medidas que geram mais eficiência e menores custos para o Brasil", aponta.

 

Breno Garibalde I

O vereador Breno Garibalde destacou a importância da valorização do centro da cidade. O assunto foi abordado em reunião do parlamentar com a Câmara de Serviços Imobiliários, na sede da Fecomércio/SE, para tratar da revisão do Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano da capital sergipana.

 

Breno Garibalde II

“É muito importante que a gente bata nessa tecla da valorização do centro de Aracaju. Infelizmente o centro está abandonado! Inclusive, podem chegar muitos investimentos para a cidade após as novas regras do Programa Minha Casa, Minha Vida para requalificação de prédios que estão abandonados, e a região central de Aracaju está repleta deles. Se a gente deixar do jeito que está, sem revisar o PDDU, não vai ser possível revitalizar esses prédios utilizando verbas do programa federal”, declara o parlamentar.  

 

Breno Garibalde III

Breno ressalta ainda que, a ideia do centro da cidade é que as pessoas não precisem de carros e utilizem o transporte público para se locomover e chegar ao seu local de trabalho e áreas de lazer, por exemplo. “O ideal seria que as pessoas que trabalham na região central, morem próximo ao seu local de trabalho. Então, é muito importante pensar em trazer mais habitação para essa localidade. Precisamos pensar mais no nosso centro da cidade, e a revisão do Plano Diretor vai melhorar muito essa questão”.

 

Sair do papel

Em sua fala, Breno bateu mais uma vez na tecla de que é necessário juntar os esforços para que a revisão possa finalmente sair do papel. “Mas, precisamos focar nisso, porque as consequências estão batendo na porta das pessoas. Vários bairros de Aracaju estão sofrendo, principalmente no que diz respeito à mobilidade urbana. Então, vou subir nesta tribuna quantas vezes for necessário para falar sobre o Plano Diretor, para que a cidade possa se desenvolver”, pontua o vereador.

 

Yandra Moura I

A deputada federal Yandra Moura, vice-líder do União Brasil na Câmara dos Deputados, recebeu em seu gabinete em Brasília o embaixador do Japão no Brasil, Hayashi Teiji, e sua equipe. Durante a ocasião, foram discutidos os laços comerciais entre o Brasil e o Japão, com foco especial nas empresas japonesas estabelecidas em Sergipe.

 

Yandra Moura II

O embaixador falou sobre o interesse em expandir parcerias com o estado e destacou os resultados obtidos pelas empresas japonesas já instaladas em Sergipe. “Temos laços econômicos significativos com o Brasil, especialmente no estado de Sergipe”, disse, referindo-se às fábricas produtoras de materiais elétricos e eletrônicos para veículos automotores que, segundo ele, geraram mais de 4.000 empregos, além do setor de gás, que apresentou avanços consideráveis.

 

Yandra Moura III

Para a deputada Yandra Moura, as relações entre os dois países abrangem desde a exportação de commodities até a colaboração em tecnologia avançada. A parceria comercial tem alcançado avanços notáveis, especialmente em Sergipe. “Ambos os países compartilham uma visão de futuro. Coloquei nosso mandato na Câmara dos Deputados à disposição para fortalecer ainda mais essa relação bilateral”, afirmou.

 

Relações diplomáticas

Hayashi Teiji ressaltou a importância do apoio da deputada Yandra Moura nas relações diplomáticas e reafirmou seu compromisso e trabalho no Brasil. “Espero cooperar com o povo brasileiro para um maior desenvolvimento das relações Japão-Brasil”, completou, mencionando também a visita da cônsul do Japão ao Brasil e sua própria futura visita a Sergipe. Ao final da audiência, o embaixador formalizou um convite à deputada Yandra Moura para que ela conheça a economia e a cultura japonesas.

 

Kaká Santos I

O deputado estadual Kaká Santos (União) tem se mostrado um grande aliado do povo tobiense na defesa das pautas de interesse do município. O parlamentar esteve com o superintendente regional Codevasf, Thomas Jefferson França da Costa, para levar demandas de Tobias Barreto que podem ser solucionadas pela companhia com recursos de emendas destinadas ao órgão.

 

Kaká Santos II

“Esse diálogo com a Codevasf e com outras instituições é uma constante em nosso mandato. Acredito que não basta apresentar solicitações via a Alese, é preciso reiterar junto aos órgãos competentes os pedidos que visam a melhoria da qualidade de vida da população sergipana”, afirmou Kaká Santos.

 

CRÍTICAS E SUGESTÕES

habacuquevillacorte@gmail.com e habacuquevillacorte@hotmail.com

 

O que você está buscando?

google-site-verification=GspNtrMqzi5tC7KW9MzuhDlp-edzEyK7V92cQfNPgMc google-site-verification=GspNtrMqzi5tC7KW9MzuhDlp-edzEyK7V92cQfNPgMc