Coluna Radar por César Cabral - 21 de maio de 2023

Cesar Cabral, 21 de Maio, 2023

 


Márcio Macedo

O ministro da Educação, Camilo Santana, inaugurou na última sexta-feira (10/05), o campus do IFS em Poço Redondo, no alto sertão sergipano. Na sua comitiva estava o sergipano Márcio Macedo, ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República e o ministro da Casa Civil, Rui Costa. Durante o evento, Macedo foi alvo das atenções das principais lideranças que estiveram presentes, que reconhecem nele um político que abre as portas do seu gabinete para todos os prefeitos sergipanos e, claro, para o Governo de Sergipe. Presente na solenidade, o governador Fábio Mitidieri (PSD) sempre esteve ao lado de Márcio, o que atesta que ambos estão bem afinados.

Márcio Macedo 2

A presença de vários prefeitos na inauguração retrata o acolhimento que eles têm no gabinete da Secretaria-Geral da Presidência da República. Márcio tem encaminhado e resolvido várias demandas dos municípios sergipanos. Dentre os presentes, dois prefeitos de municípios distantes simbolizaram tal reconhecimento. O prefeito de Itabaiana, Adailton Souza (PL) e o prefeito de São Cristóvão, Marcos Santana (MDB), ambos bem avaliados em seus municípios, fizeram questão de comparecer ao ato, em atenção ao convite formulado por Macedo. Aliás, Marcos Santana, que é muito mais petista do que muitos militantes da estrelinha, recepcionou o ministro sergipano em São Cristóvão, onde ofereceu queijadas e licores de vários sabores. Articulador e muito jeitoso, Márcio Macedo caminha para ser o candidato do PT ao senado, em 2026.  

Gol de placa

O ex-deputado federal e presidente estadual do União Brasil, André Moura, mostrou com quantos sacos de cimento se recupera um canal de irrigação nos perímetros da CODEVASF. Trabalhando de forma articulada com a filha e deputada federal Yandra Moura (UB-SE), conseguiu emplacar o novo superintendente regional da CODEVASF, em Sergipe. Trata-se de Thomas Jeferson França Costa, atual diretor administrativo da CODERSE (Companhia de Desenvolvimento de Sergipe), antiga COHIDRO. Thomas Jeferson (Jeco) é pessoa bastante ligada à família Moura, tendo trabalhado por vários anos com o ex-deputado e conselheiro do TCE aposentado, Reinaldo Moura, pai de André Moura.

Mais pontes

O governador Fábio Mitidieri (PSD) tem duas pontes na sua cabeça: uma para a Barra dos Coqueiros e outra para o bairro Coroa do Meio. Esta última já está assegurada após a Assembléia Legislativa aprovar pedido de empréstimo para tal finalidade. Será construída na interseção da avenida Tancredo Neves com Beira-Mar, facilitando o acesso para a Coroa do Meio e Atalaia. Trata-se de importante obra estruturante para Aracaju, pois vai desafogar bastante o trânsito naquela área. Já a segunda ponte para a Barra dos Coqueiros se faz necessária pela explosão demográfica que ocorreu na ilha, após a inauguração da primeira ponte, em 2006. A Construtor João Alves não está atendendo, de forma satisfatória, o fluxo diário de veículos.

Lei Paulo Gustavo 

A FAMES (Federação dos Municípios Sergipanos) vai reunir amanhã (22/05), às 9h, no auditório da Federação, prefeitos e secretários de cultura dos municípios sergipanos para uma reunião de esclarecimentos técnicos sobre a Lei Paulo Gustavo. Através dessa Lei, o Governo Federal vai distribuir mais de R$ 3,8 bilhões para investimentos em cultura para Estados, Municípios e o Distrito Federal. Desse montante, R$ 2,8 bilhões são destinados, exclusivamente, para o produções audio-visuais e o restante para as demais áreas da cultura, por meio de editais, chamamento público, prêmios e outras formas de seleção.

Agora é que são elas

Os dois grupos políticos de Lagarto, conhecidos como Bole-Bole e Saramandaia, praticamente já definiram as suas candidaturas a prefeito do município, na eleição do próximo ano. Ambos vão apostar em candidatas femininas, nascidas e criadas dentro dos respectivos agrupamentos. Os nomes serão anunciados após os festejos juninos.

Vereadores cassados

Por decisão monocrática do juiz do TSE, Carlos Horbach, os vereadores de Nossa Senhora do Socorro, Elmo Paixão, Eliel Felipe e João Mochila, todos do Partido Progressista, foram cassados sob a alegação de fraude à quota feminina, durante a eleição municipal de 2020. Em julgamentos anteriores, tanto na Primeira Instância quanto no Tribunal Regional Eleitoral, os três parlamentares foram absolvidos e permaneceram exercendo os seus respectivos mandatos. A Ação foi movida por Alysson de Almeida Santos, o “Lalo”, aliado do deputado estadual Samuel Carvalho, adversário político do grupo ao qual pertencem os vereadores cassados. 

O que diz o PP

Em nota distribuída à imprensa, o Partido Progressista, através o Diretório Municipal de Nossa Senhora do Socorro, diz que “recebemos com tristeza e perplexidade a notícia da decisão monocrática que buscou a supressão da vontade popular no afă de tomar os mandatos de três parlamentares eleitos democraticamente, interferindo na política e no exercício da democracia”. Segundo o presidente do Diretório Municipal do PP, Bruno Henrique Santana Rezende, o partido recorrerá até o final para que prevaleça a vontade soberana do povo.

Casos repetidos

Enquanto perdurar o texto dessa Lei discriminatória, novos casos similares ocorrerão, frequentemente. Isto porque, a inversão de objetivo é latente nessa obrigatoriedade de quota de mulheres. O que, na verdade, deveria ser para garantir o direito da mulher em se candidatar, na prática, obriga os partidos políticos a inscreverem mulheres como candidatas a cargos proporcionais (deputados e vereadores), mesmo que não haja interesse voluntário por parte delas. Então, meu camarada, vai ser sempre assim. O tal “pega na rua” para fechar a chapa vai propiciar, sempre, a existência de candidatas sem vocação política e, literalmente, sem saco para garimpar votos. 

Em cima da bucha

Tão logo tomaram conhecimento do voto do ministro relator do processo 0601149-74.2020.6.25.0034, os advogados do PP entraram com agravo de instrumento tentando reverter a situação, sob a alegação de que existem algumas situações que não foram devidamente analisadas e buscando, também, que o mesmo seja apreciado pela Turma Recursal. Dos três, Elmo Paixão foi o mais votado, obtendo 1.924 votos e, provavelmente, será candidato a prefeito no próximo ano.  

Esqueceram de nós 

Jadson Simões, conhecido como Dedé Cinegrafista, profissional que trabalhou em diversas emissoras de televisão e produziu vários vídeos de alta qualidade, foi homenageado pelo Sindicato das Empresas de Transporte e Passageiros, durante a entrega do Prêmio SETRANSP de Jornalismo. Dedé faleceu em 2021, ainda jovem, vítima da Covid-19. Sensibilizada, a família do homenageado agradeceu a lembrança mas lamentou não ter sido convidada para assistir ao ato solene de reconhecimento ao categorizado profissional da comunicação. 

Esqueceram de nós 2

Fato parecido aconteceu durante a entrega do Título de Cidadão Aracajuano ao presidente do TCE, conselheiro e engenheiro Flávio Conceição. O ato ocorreu no gabinete do conselheiro e a entrega foi feita pelo presidente da Câmara, vereador Ricardo Vasconcelos. O cerimonial da CMA esqueceu de convidar o autor da propositura, o ex-vereador Sérgio Bezerra, que também é engenheiro por formação e amigo pessoal do homenageado. Uma semana antes, o presidente da ALESE, deputado Jeverson Andrdade (PSD), fez a entrega do Título de Cidadão Sergipano ao presidente do TCE, mas levou, à tiracolo, o ex-deputado Venâncio Fonseca, autor da honraria. 

Identidade à meia boca

O Ministério da Gestão e Inovação está anunciando a nova Carteira de Identidade que deverá começar a ser emitida a partir do fim de junho e até novembro os estados devem se adaptar. Segundo o Ministério, a nova carteira virá sem definição do sexo da criatura e sem distinção entre o nome de batismo e o nome social. A moda é para atender pedido do Ministério de Direitos Humanos. Doravante, ao apresentar a nova carteirinha, cada um vai dizer o que de fato, no fundo é. A escolha é livre e democrática. 

Sem baculejo

Entrar nos presídios levando droga escondida nas partes íntimas ficará mais fácil para visitantes de presídios, principalmente para mulheres que, vez por outra, eram pegas no flagra. O STF formou maioria para vetar revista íntima em prisões, procedimento que, apesar de reclamado por algumas mulheres, têm evitado a entrada de drogas nos presídios. Para o ministro Edson Fachin, relator do caso, a realização de procedimentos invasivos nos visitantes fere a Constituição e gera provas ilícitas. Baseado nesse princípio, não há como negar que o fumacê vai empestear o ambiente.

Collor no xilindró

Podem anotar: o ex-presidente Fernando Collor de Mello será preso antes do São João. Acusado de receber propina da BR Distribuidora, ele está sendo alvo de processo no STF, cujo relator, Ministro Edson Fachin, pede 33 anos, 10 meses e 10 dias de sol quadrado para o ex-presidente, por corrupção apurada pela Lava Jato. Após soltar todos os presos pela operação e anular os julgamentos para tais fins, o Supremo retoma o fio da meada e protagoniza uma ação que deixa muita gente encucada. A esta altura do campeonato, já existe maioria formada no STF para prender Fernando Collor.

Marisa tá encrencada

A Marisa Lojas encerrou o primeiro trimestre deste ano com um prejuízo de R$ 149 milhões. Com pedidos de falência feitos por fornecedores, fechamento de mais de 90 lojas e despejos por aluguéis atrasados, a situação da loja varejista é bastante delicada, uma vez que a dívida bruta atingiu, em março de 2023, R$ 1,4 bilhão. Dois fornecedores já pediram a falência na Justiça e a empresa está sendo alvo de dez pedidos de despejo. No total, o valor dos aluguéis atrasados chega a R$ 10,1 milhões. A companhia já fechou 25 pontos de venda em abril e mais 33 encerrarão as suas atividades, neste mês de maio. Outras 33 pelo Brasil afora devem ser fechadas até o fim de junho. 

O que você está buscando?

google-site-verification=GspNtrMqzi5tC7KW9MzuhDlp-edzEyK7V92cQfNPgMc google-site-verification=GspNtrMqzi5tC7KW9MzuhDlp-edzEyK7V92cQfNPgMc