Ataque “gratuito” de Alessandro confirma que Yandra já incomoda em Aracaju

Habacuque, 06 de Fevereiro, 2024

Desnecessário, descabido, desesperado e desagregador! Esta é a síntese do comportamento do senador da República, delegado Alessandro Vieira (MDB) que, em uma entrevista para o radialista Narcizo Machado (leia FAN FM) atacou, “gratuitamente”, o ex-deputado federal André Moura (União) e, por tabela, ainda atuou de forma preconceituosa e grosseira com a colega de Congresso Nacional, a deputada federal Yandra Moura (União).

A avaliação tem procedência partindo do princípio que Alessandro Vieira e André Moura e seus respectivos partidos dão sustentação ao governo de Fábio Mitidieri (PSD) e, se não irão caminhar juntos na eleição de 2024 em Aracaju, pelo menos o que se espera é um comportamento diplomático e republicano entre as partes. Pelo menos essa tem sido a postura do próprio governador, que pediu equilíbrio entre os liderados que irão disputar a PMA.

Este colunista não vai aqui dizer sobre o que Alessandro Vieira deve falar, sobre quem deve apoiar, até porque ele tem legitimidade para tomar suas próprias decisões e seguir o caminho político que melhor lhe convier, mas usar uma emissora de rádio e um programa de grande repercussão para “destilar” um ataque contra um aliado, desperta uma série de interrogações. Onde o senador quis chegar com sua fala, por exemplo, é o primeiro questionamento.

Com sua fala atacando André Moura, que foi decisivo para ajudar o governador Fábio Mitidieri a vencer a eleição de 2022, Alessandro só gera conflito e instabilidade em um ambiente que, politicamente falando, parece bem tranquilo para o chefe do Executivo. Alguns setores especularam que o senador estaria atendendo ao prefeito Edvaldo Nogueira (PDT); outros já acham que a postura contra André seria uma antecipação do cenário de 2026 para o Senado...

Pior foi questionar a capacidade de liderança da deputada e pré-candidata Yandra Moura, que caso venha a ser eleita prefeita de Aracaju, segundo o senador, não tomaria as decisões, mas sim André Moura. Alessandro ainda não entendeu que foi eleito de forma esmagadora pelo eleitorado bolsonarista e por muitos incrédulos com a política de Sergipe em 2018 e, desde então, só viu sua imagem se desgastar com o passar dos anos. Com essa postura só se “desidrata” cada vez mais...

Em síntese, ao menos a fala agressiva do senador serviu para confirmar o que é nítido, pelo menos para este colunista: há um crescimento político do nome e da pré-candidatura de Yandra Moura em Aracaju e, provavelmente, isso já está incomodando, adversários e até alguns aliados. Faz parte do jogo político! E, ainda dentro deste raciocínio, a leitura é que Yandra parece que está no caminho certo. E Alessandro vai continuar falando sozinho...

 

Veja essa!

O bloco governista já conta com quatro pré-candidatos a prefeito de Aracaju: Luiz Roberto (PDT) – indicação de Edvaldo; Yandra Moura (União) – indicação do partido; Danielle Garcia (MDB) – indicação do partido; e agora a Delegada Katarina (PSD) – indicação do partido.

 

E essa!

O caso mais emblemático parece ser o de Katarina, considerando que o governador Fábio Mitidieri tem compromisso assumido de acompanhar o pré-candidato indicado por Edvaldo Nogueira, Luiz Roberto. Neste caso a deputada federal teria que buscar o consenso e ter o apoio do prefeito de Aracaju. Será?

 

Fábio Reis

Nesta terça-feira (6) são retomados os trabalhos parlamentares de 2024. Na data, toma posse como titular da Secretaria Especial de Representação de Sergipe em Brasília (Serese) o ex-deputado federal Fábio Reis, na vaga deixada por Sérgio Reis. O lagartense foi oficialmente nomeado pelo governador Fábio Mitidieri.

 

Nitinho & Bigode

Com a lacuna deixada pela saída de Fábio Reis, quem assume a Câmara Federal em seu lugar é Nitinho Vitale, que deixa a Câmara de Aracaju. Sua vaga, portanto, deverá ser assumida por seu suplente, Bigode do Santa Maria. Fábio Mitidieri participou da posse tanto de Fábio Reis quanto de Nitinho, e desejou boa sorte a ambos na condução de seus trabalhos.

 

Águas Profundas I

O projeto Sergipe Águas Profundas será o principal assunto do encontro ocorrido em Brasília nesta quarta-feira (7), entre o governador Fábio Mitidieri e o embaixador da Índia no Brasil, Shi Suresh Reddy. O país é diretamente implicado no projeto, já que as empresas indianas Bharat Petroleum (BPCL), Videocon Industries e ONGC Videsh têm participação nele. Além disso, foram tratadas parcerias no setor de fertilizantes, já que as grandes reservas de gás sergipanas são compatíveis com a demanda de segmentos como o dos fertilizantes nitrogenados.

 

Águas Profundas II

Fábio Mitidieri também convidou os representantes indianos para participarem do Sergipe Day, em 12 de março, no Rio de Janeiro. O senador Laércio Oliveira; o secretário da Sedetec, Valmor Barbosa, e o secretário-executivo da pasta, Marcelo Menezes, acompanharam o governador no encontro, entre outras lideranças da comitiva sergipana.

 

Joaquim da Janelinha I

Utilizando das emendas impositivas ao orçamento anual, o vereador por Aracaju Joaquim da Janelinha, atual secretário de articulação política de Aracaju, encaminhou 50% da sua alçada para investimento na área de saúde do município. Dos R$ 1.180.875,00, o parlamentar utilizou R$ 500 mil para ampliação da estrutura física do Hospital Municipal da Zona Sul Fernando Franco (UPA), localizado no conjunto Augusto Franco; e R$ 300 mil para a construção da Unidade de Saúde da Família (USF) Humberto Mourão, localizado no bairro São Conrado.

 

Joaquim da Janelinha II

“Estes foram os maiores recursos a serem investidos. Quis contemplar essas duas unidades pelas necessidades registradas a mim diariamente; porém também encaminhamos para o Hospital Cirurgia, por exemplo, o valor de R$ 100 mil; aquisição de equipamentos para a Associação de Apoio ao Adulto com Câncer (AAACASE), no valor de R$ 80 mil; enfatizou Joaquim que ainda complementou com a listagem dos recursos investidos. 

 

Joaquim da Janelinha III

“A modernização da estrutura hospitalar e substituição dos equipamentos antigos/obsoletos para o Hospital Santa Izabel, no valor de R$ 70 mil; promoção de políticas de garantias dos direitos humanos das minorias sociais, voltadas para crianças e adolescentes, pessoas idosas, pessoas com deficiência, mulheres, população LGBTQUAPN+, incluindo o CRAM R$ 50,8 mil; custeio na manutenção nas ações ao contrário de gestão da Maternidade Maria de Lourdes Nogueira (17 de Março), no valor de R$ 50 mil; e por fim, R$ 30 mil para aquisição dos equipamentos e materiais permanentes para o Movimento Mulheres de Peito”, finalizou.

 

Netinho Guimarães I

O deputado estadual Netinho Guimarães (PL) disse na abertura dos trabalhos legislativos de Sergipe que sua expectativa para 2024 é de muito trabalho. O parlamentar que estreou em 2023 seu primeiro ano de mandato, enfatizou que trabalhará em 2024 com a convicção de que a experiência lhe serviu para criar uma boa plataforma de maturidade para o novo ano.

 

Netinho Guimarães II

Na sua avaliação, o Governo deve mandar para o Parlamento muitos projetos para aprovação. “Nós deputados estaremos aqui para ajudar cada dia mais o povo sergipano. Acredito que será um ano com muitas novidades boas para o povo”, disse. Para o deputado, 2024 será um momento importante para rever as demandas da população, observar as questões, fazer votações, dentre outras pautas para Sergipe. 

 

Netinho Guimarães III

“Eu continuo com a nossa principal pauta que é o trabalho. Volto ao Legislativo com fé em Deus para dar continuidade à missão que o povo sergipano me confiou”, disse. Netinho Guimarães é sergipano, casado, com Silvana Almeida Alves, psicóloga, graduado em gestão pública. É filho de Jane Rose Almeida Guimarães e Adelmo Guimarães Santos.

 

Laércio Oliveira I

O Congresso Nacional realizou uma sessão solene que marcou o retorno dos trabalhos do legislativo em 2024. O evento contou com ministros do governo federal e também com o vice-presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Edson Fachin. O senador Laércio Oliveira participou ao vivo de transmissão da TV Senado falando sobre as pautas prioritárias do ano, entre elas a desoneração da folha para todos os setores, o teto do Simples Nacional e do MEI e o projeto dos fertilizantes.

 

Laércio Oliveira II

O senador afirmou que a pauta é efervescente e é preciso avançar com os temas e importantes, a exemplo do projeto que corrige o teto de faturamento das empresas de pequeno porte, micro empreendimentos e do Microempreendedor Individual -MEI. A proposta prevê reajustes anuais, pelo IPCA – Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). Na semana passada, ele apresentou um requerimento à Comissão de Assuntos Econômicos para relatar o PLP 261/2023.

 

Laércio Oliveira III

Outro tema defendido pelo parlamentar é a desoneração da folha de todos os setores, tema de uma emenda de sua autoria à Reforma Tributária. “No ano passado o Congresso prorrogou o alívio dos impostos sobre a folha para 17 setores da economia. Mas, o presidente Lula vetou. E o Congresso veio e derrubou esse veto. O governo apresentou uma Medida Provisória para reonerar os 17 setores e isso é página virada. A gente precisa agora é trabalhar a desoneração de todos os setores”, disse Laércio.

 

Laércio Oliveira IV

Outro tema considerado prioritário para o país, segundo Laércio, é o projeto de sua autoria que cria o Programa de Desenvolvimento da Indústria de Fertilizantes (Profert). Ele tramita nas comissões e o objetivo é que avance rapidamente para o Plenário. Dentre outros pontos, beneficia as empresas do setor que invistam na compra de equipamentos e máquinas, na contratação de serviços e na construção de novas fábricas.

 

Laércio Oliveira V

“O objetivo é diminuir a dependência externa, melhorar o ambiente de negócios e atrair investimentos para o setor. O agronegócio é responsável por cerca de um quarto de nosso PIB e somos o terceiro maior produtor e exportador de alimentos do mundo. Contudo, importamos a maioria dos insumos, fertilizantes e defensivos, utilizados para gerar essa formidável produção. Em 2021, gastamos mais de 15 bilhões de dólares importando fertilizantes”, alertou.

 

Cicero do Santa Maria I

Após um breve recesso, o ano legislativo foi iniciado na manhã desta terça-feira, 6, na Câmara Municipal de Aracaju (CMA). O vereador Cícero do Santa Maria (Podemos), participou da cerimônia de abertura, que contou com a presença do prefeito Edvaldo Nogueira (PDT). Apesar do recesso, o parlamentar ressaltou que os trabalhos do mandato não pararam. “Tivemos uma pausa só nas sessões da Câmara, mas não paramos de percorrer as ruas de Aracaju em busca de soluções para os problemas que afetam os aracajuanos”, afirmou.

 

Cicero do Santa Maria II

E em 2024, essa rotina diária de buscar soluções para esses problemas será ainda mais agitada. “Queremos dar continuidade às ações do nosso mandato, percorrendo os bairros, ouvindo a população e levando as demandas para que a prefeitura de Aracaju possa resolver”, revelou Cícero do Santa Maria. E segundo o parlamentar, a população de Aracaju pode esperar muito trabalho e dedicação em 2024. “Continuaremos sempre atentos e preocupados com a problema da nossa capital. O que queremos é trazer, ainda mais, qualidade de vida para a nossa cidade”, completou Cícero. 

 

CRÍTICAS E SUGESTÕES

habacuquevillacorte@gmail.com e habacuquevillacorte@hotmail.com

O que você está buscando?

mgid.com, 539646, DIRECT, d4c29acad76ce94f amxrtb.com, 105199704, DIRECT