Edvaldo Nogueira quer indicar a chapa completa em 2024

Habacuque, 18 de Abril, 2024 - Atualizado em 18 de Abril, 2024

Segundo revelou o colega jornalista Diógenes Brayner, o prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira (PDT), não abre mão de fazer a indicação do seu pré-candidato, Luiz Roberto (PDT), e ainda faz restrições a nomes da base para o posto de pré-candidato a vice-prefeito. Pelo que informou Brayner, aparenta que Edvaldo quer indicar chapa completa para o processo eleitoral deste ano.

O experiente colunista da área política chega a vaticinar que: “ou se toma uma atitude severa em torno do pré-candidato, desde que seja o melhor, ou pode haver dificuldade para a unidade do bloco mais à frente”. O fato é que na base governista é majoritária a opinião de que o governador Fábio Mitidieri (PSD) precisa enxergar a necessidade de que o nome a ser apresentado ao agrupamento, seja avaliado pela maioria, e não apenas por um dos líderes, situação que diminui o valor político dos demais.

Avaliam que até mesmo o prefeito Edvaldo Nogueira não teria dificuldade em entender que esse seria o formato mais adequado. Até porque, imaginando que o governador ouviria a opinião dos líderes aliados, o próprio Nogueira se antecipou em “costurar” entendimentos que possivelmente lhe assegurarão o apoio do senador Alessandro Vieira (MDB) e do deputado federal Gustinho Ribeiro (Republicanos).

Isso já colocaria a indicação de Edvaldo Nogueira com três votos, embora sejam fortes os comentários de que o prefeito de Aracaju, Alessandro Vieira e Gustinho Ribeiro têm participado de algumas reuniões extensas em Brasília. Este colunista tomou conhecimento que um influente assessor do governo está sendo informado, de que há tratativas em relação ao pleito de 2024, estão sendo feitas sem a presença de Fábio Mitidieri.

Em breve este colunista trará mais detalhes dos encontros que, se levados ao conhecimento do governador Fábio Mitidieri, certamente ele estará municiado de informações, que evitem surpresas no futuro.  A eleição de 2026 é logo ali e o resultado das eleições deste ano são fundamentais para fortalecer o projeto de reeleição de Mitidieri. “Em terra de cego, quem tem um olho é rei”...

 

Veja essa!

O governador Fábio Mitidieri tenta explicar a polêmica sobre a mudança ou não no comando da Secretaria de Estado da Saúde. Tudo por conta de uma “sindicância” dentro de todas as Pastas da administração, promovida por técnicos do próprio governo, em busca de melhorias na prestação dos serviços.

 

E essa!

Considerando os problemas continuados na Saúde de Sergipe, não seria um exagero em reconhecer que o governo de Fábio Mitidieri está promovendo uma verdadeira intervenção na gestão do secretário Walter Pinheiro que, sem culpa alguma, finda entrando em uma situação bastante constrangedora.

 

Fala Georgeo!

O deputado estadual Georgeo Passos (Cidadania) aproveitou a auditoria na Secretaria da Saúde para alertar o governador Fábio Mitidieri sobre denúncias que recebeu de parentes dos pacientes internados no Hospital João Alves Filho (HUSE) e no Hospital Regional de Estância que não passam por procedimentos por falta de material para procedimentos. “A gente tá sem entender porque o governo não toma providências. Governador, festa é bom, sim, mas temos que fazer primeiro o dever de casa! Até quando este caos vai permanecer na ortopedia pública em Sergipe?”, questiona o deputado.

 

Tô nem aí!

Em entrevista a Luís Carlos Focca, na Rádio Transamérica, o governador Fábio Mitidieri disse que “não tô nem aí para o que vocês entendem sobre o que estamos fazendo (no HUSE). Se eu não me indignar, quem vai se indignar? Eu quero é que resolvam os problemas da Saúde! Tem uma coisa que é preciso melhorar: o feijão com arroz, o dia a dia da área. Existe um problema histórico e eu tô encarando o problema de frente”.

 

Força-tarefa

“Começamos segunda-feira (15), hoje é quinta (18) e acho que estamos incomodando. E não vamos descansar enquanto não resolvermos os problemas. Toda a nossa equipe é de técnico e não política. O meu papel é cobrar deles! Eu tenho o que comemorar na Saúde, mas temos problemas que precisamos enfrentar. Érica (Mitidieri) está lá dentro (do HUSE) porque ela tem 25 anos de experiência e tem que ir mesmo, para ouvir os pacientes e entender o que está acontecendo”, explicou o governador, negando que esteja planejando substituir o secretário Walter Pinheiro.

 

Caos na DESO!

Apesar da “chuvarada” que tomou conta de Sergipe na manhã dessa quinta-feira (18), chamou a atenção de todos, nos programas de rádio e nas redes sociais, as denúncias de falta do abastecimento de água em diversos municípios sergipanos, inclusive em bairros de Nossa Senhora do Socorro, na Grande Aracaju. Em algumas regiões já são mais de 15 dias sem água. Um caos para quem reside nestas regiões.

 

Reconheceu

Na entrevista para Carlos Focca, o governador Fábio Mitidieri reconheceu a deficiência da DESO e dar assistência e resolver o problema do abastecimento de água para os municípios. Falou em um montante de recursos necessário que a Companhia não possui para investimentos. Chegou a comparar sobre o processo de concessão do serviço de fornecimento da água com a prestação de serviços da Energisa, empresa privada responsável pelo fornecimento de energia elétrica para 63 municípios sergipanos.

 

Animais na pista

O blog Espaço Militar traz uma informação exclusiva que talvez explique a quantidade de acidentes que estão ocorrendo em rodovias vicinais sergipanas envolvendo animais. Além da falta de responsabilidade dos proprietários, a informação é que o órgão que deve fazer o recolhimento dos animais é o DER/SE, através de um caminhão boiadeiro. Detalhe: segundo o blog “já tem um bom tempo que o contrato do caminhão boiadeiro não foi renovado pelo DER/SE, deixando assim de recolher os animais nas rodovias”. Com a palavra os responsáveis pelo Departamento de Infraestrutura Rodoviária.

 

Emília Corrêa I

Repercutindo o caso do socorrista do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) que foi agredido dentro do Hospital Zona Sul Fernando Franco, no bairro Augusto Franco, a vereadora Emília Corrêa (PL) pontuou outras situações, como: atraso de meses na entrega de exames e precarização dos serviços médicos municipais que comprovam sua afirmação.

 

Emília Corrêa II

“O episódio da agressão foi o ápice, mas há muito tempo a situação só tem piorado. São UBS sem medicamentos básicos, médicos fazendo milagres para atender com o mínimo de dignidade os pacientes e, isto, aliás, tem comprometido o psicológico dos próprios profissionais que estão sem suportar tanto descaso”, argumentou.

 

Demora

Emília completou sua fala mostrando o relato de uma seguidora, Miriam da Rocha, moradora do Porto Dantas que está prestes a completar um ano que realizou um exame e ainda não concluiu tudo que foi solicitado pelo médico.

 

Mandam aguardar!

“Ela diz que já ligou para Secretaria Municipal da Saúde (SMS) diversas vezes e, a resposta que dão é para ela aguardar. Ela está impossibilitada de realizar suas atividades. Com medo do resultado final do exame e, não pode fazer absolutamente nada. Só esperar. Se liga, mandam aguardar, não pode retornar ao médico, e nisso vai se encaminhando para um ano. Essas situações não constavam nas apresentações da ex-secretária que vinha aqui prestar contas. Mas, a realidade é esta”, declarou.

 

Denúncias

Ainda na mesma pauta, a oposicionista novamente ressaltou que, em conversa com os médicos que atuam na rede municipal, nada tem sido feito para minimizar a situação desrespeitosa que eles estão enfrentando. “Um profissional me disse que com mais de 20 anos de atuação nunca passou por situações como as de agora. É desumano. Ouvindo aqueles relatos, foi impossível não lembrar dos números ‘perfeitos’ que a ex secretária apresentava aqui nesta Casa. Como funciona em toda gestão. Fake News”, pontuou.

 

Construções irregulares I

O aumento do número de construções irregulares na Zona de Expansão de Aracaju está impactando o meio ambiente e as comunidades de pescadores e marisqueiras da região. Denúncias de moradores levaram o Ministério Público Federal (MPF) e o Ministério Público do Estado de Sergipe (MP/SE) a realizarem fiscalização na área. Foram visitados pontos nos povoados Mosqueiro e Areia Branca, na Orla do Pôr do Sol, e ao longo da Orla Sul, nas praias do Mosqueiro, Robalo e Aruana.

 

Construções irregulares II

Na inspeção, os membros do MPF e do MP/SE identificaram edificações em área de preservação permanente, como manguezais e margens de rios. Muitas dessas construções têm licenças ambientais inválidas, em afronta à legislação ambiental. Em alguns casos, os imóveis impedem o acesso da população à praia ou aos cursos de água. Além disso, foi constatada a destruição de lagoas naturais e a falta de saneamento e drenagem nos terrenos, que causam alagamentos na região.

 

Gisele Bleggi

A procuradora da República Gisele Bleggi destaca que o desrespeito à legislação ambiental é flagrante, visto que os empreendimentos possuem licença ambiental mesmo com violações ao Código Florestal e à Constituição Federal – esta situação se repete em vários pontos da Zona de Expansão de Aracaju. “Além disso, a população está sendo impedida de acessar áreas tradicionais de pesca e mariscagem e também de lazer”, enfatizou.

 

Eduardo Matos

O promotor de Justiça Eduardo Matos reforça que estes são problemas antigos, que se agravam e se multiplicam com a pressão causada pela expansão imobiliária na região. A partir do relatório de fiscalização, serão emitidas notificações aos órgãos ambientais para análise, revisão e, caso seja necessária, suspensão das licenças irregulares, além de embargo das respectivas obras, nos pontos de fiscalização visitados.

 

CRÍTICAS E SUGESTÕES

habacuquevillacorte@gmail.com e habacuquevillacorte@hotmail.com

O que você está buscando?

mgid.com, 539646, DIRECT, d4c29acad76ce94f amxrtb.com, 105199704, DIRECT