Aliados de Edvaldo “preparam terreno” para “reconciliação” com o PT em 24

Habacuque, 25 de Outubro, 2023

Ninguém trata do assunto abertamente, algumas “lamúrias” são derramadas por aqui, por ali, mas este colunista antecipa um movimento político que pode até não prosperar, mas que já conta com alguns “atores” atuando nos bastidores: começa a ser “gestada” uma preparação com o objetivo claro de reaproximar o prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira (PDT), do Partido dos Trabalhadores. Isso passa pelas eleições de 2024 para, obviamente chegar em 2026, quando o chefe do Executivo municipal tem suas pretensões.

E antes que “botem gosto ruim” na análise deste colunista, vamos aos esclarecimentos: Edvaldo não tem, à priori, nenhum movimento pró-Rogério ou Candice Carvalho. Longe disso! O sentimento de alguns aliados do prefeito é que, se a sua vontade para Aracaju (Luiz Roberto) não for aceita pelas lideranças do bloco governista, ele estaria “livre” para discutir uma aliança política com o PT, que tenta incentivar o nome de Eliane Aquino para disputar a eleição do próximo ano.

Edvaldo já teria um discurso pronto pelo marketing: junto com Eliane “ainda” iriam defender o legado de Marcelo Déda (in memoriam); resta saber se o PT e outros aliados, diante de tantos fatos já conhecidos da história política de Sergipe, ainda vão acreditar e a população, “alucinada” por gestão, vai se deixar persuadir novamente...se bem, que, nunca se pode desconsiderar a “máquina” da Prefeitura de Aracaju que faz sim muita diferença, pelo menos no quesito “agregar lideranças”...

A verdade é que o governador Fábio Mitidieri (PSD) prova ser “um homem de grupo”, quando mantém a aliança com o prefeito e reafirma que ele vai liderar o processo de sua sucessão em Aracaju; é um gesto que poderia ser retribuído por outro: Edvaldo reconhecer que suas indicações não agregam e que uma insistência só traz “ruídos” dentro de um agrupamento sólido! Mas exigir humildade de quem se acostumou a viver no Poder não é uma tarefa fácil...

Nesse caso, não custa o governador também ter seu “plano A”, “plano B”, “plano D” e até o “plano Y” para a disputa do próximo ano. Fábio vem de uma família tradicional, mas chegou ao governo simbolizando uma renovação política necessária, importante, mas que incomoda. Assim como ele, muitos outros estão dispostos a atuarem de uma forma mais dinâmica, diferente! É um novo tempo, uma nova geração! E esse “novo” também passa por Aracaju.

Sem prestígio, sem estratégia e sem liderança, já imaginando que seu “café vai esfriar”, Edvaldo pode recorrer ao “passado” de olho no futuro! Uma recomposição com o PT, legenda que faz oposição a seus governos há alguns anos, é uma “sentença” de ingratidão sobretudo com aqueles que lhe mantiveram no cargo e lhe deram sustentação até hoje. E aqui este colunista não desconhece seus méritos, mas se não “jogar certo”, pode terminar a “partida” falando sozinho...

 

Veja essa!

Aliados do prefeito de Aracaju, insatisfeitos com a rejeição em torno dos nomes de Waneska Barboza e Luiz Roberto, já defendem abertamente uma reaproximação com o PT e defendem uma pré-candidatura de Eliane Aquino para a PMA.

 

E essa!

A turma percebeu uma aproximação da deputada Delegada Katarina (PSD), mas entendem que ela não representaria esse agrupamento que acompanha Edvaldo. Não fazem objeção, mas optam por caminhar com o PT.

 

Aval de Lula

Essa turma está na expectativa de que o presidente Lula (PT) dê o “aval” ao ministro Márcio Macedo para impulsionar uma pré-candidatura de Eliane Aquino em Aracaju. Avaliam que a petista só voltaria para Sergipe com a sinalização direta da presidência da República.

 

Tô fora!

Já alguns aliados do Partido dos Trabalhadores, bem acomodados no governo federal, não demonstram muita disposição em largarem seus projetos atuais para disputar um mandato eletivo no próximo ano. A turma prefere esperar o cenário de 2026...

 

Se liga!

Este colunista vai antecipar uma informação agora que talvez só repercuta no próximo ano: teremos sim uma forte renovação na Câmara Municipal de Aracaju, mas não apenas pela avaliação dos mandatos, e sim pela falta das coligações para os proporcionais. E um detalhe: essa “renovação” não significa que nomes antigos vão retornar à CMA, mas sim que novas lideranças estão surgindo...

 

Bomba!

Está formada a lista tríplice do Tribunal de Justiça de Sergipe que será enviada para a decisão do governador Fábio Mitidieri para a vaga de desembargador: Etélio de Carvalho Prado Júnior foi o mais votado com 11 votos; Flaviano Almeida foi o segundo com 7 votos e Alexandre Albagli Oliveira o terceiro com 6 votos.

 

Exclusiva!

O grande favorito para a escolha é Etélio Prado Júnior que foi o único candidato a ser votado por TODOS os membros do Ministério Público Estadual e pelos desembargadores do Tribunal de Justiça. Assim que receber a lista, o governador terá o prazo de 20 dias para anunciar sua decisão.

 

CRÍTICAS E SUGESTÕES

habacuquevillacorte@gmail.com e habacuquevillacorte@hotmail.com

O que você está buscando?

google-site-verification=GspNtrMqzi5tC7KW9MzuhDlp-edzEyK7V92cQfNPgMc google-site-verification=GspNtrMqzi5tC7KW9MzuhDlp-edzEyK7V92cQfNPgMc