EVENTO LITERÁRIO ACADEMIA DE LETRAS DE ITABAIANA REABRE AS ATIVIDADES COM SESSÃO SOLENE

Domingos Pascoal, 29 de Maio, 2022

Na noite dessa sexta-feira (27), a Academia Itabaianense de Letras realizou uma sessão solene, a qual teve como objetivos a comemoração dos nove anos de sua fundação, a posse de novos membros correspondentes e a certificação dos acadêmicos integrantes do sodalício.

Segunda academia de letras do interior sergipano, a arcádia literária de Itabaiana foi instalada oficialmente no dia 03 de fevereiro de 2013 e teve como primeiro presidente o filho ilustre da terra, o juiz federal e escritor Dr. Vlademir de Souza Carvalho. Atualmente, essa importante casa das Letras do Agreste Sergipano é presidida pela historiadora Josevanda Mendonça Franco etem, como vice-presidente, a professora e escritora Inês Resende. A nobre confraria itabaianense é composta por 15 acadêmicos efetivos e outros membros correspondentes dentro e fora do estado.

Na noite de ontem, a abertura da sessão solene seguiu um esquema protocolar rígido, o qual obedeceu às seguintes formalidades: saudações, boas-vindas eacolhimento. A seguir, houve a execução do Hino Nacional Brasileiro pelo Quinteto Metálico da Filarmônica Nossa Senhora da Conceição. Executado o nosso Hino, foi a vez de as crianças que fazem parte do MOC Map (Movimento Cultural Maria Pereira) se apresentarem, exibindo performances nas áreas da música e da literatura, declamando poemas.

Feito isso, a presidente da casa, a confreira JosevandaMendonça Franco, usou da palavra a fim de saudar a todos que abrilhantavam a cerimônia com suas presenças e falou da importância da Academia de Letras para a cidade serrana, uma vez que funciona com difusora da Literatura, da Cultura e das Tradições do povo itabaianense.

Após a fala da presidente, foi convidado a usar da tribuna o ilustre confrade Domingos Pascoal, representante da Academia Sergipana de Letras e ativista cultural na área de Literatura, sendo responsável pela criação de diversas arcádias literárias pelo interior do estado. Em sua fala, Dr. Pascoal falou sobre a importância de se dar atenção às boas ideias e citou, como exemplo,uma reunião que ocorreu em 2009 na Associação Atlética.Na ocasião, alguns intelectuais sugeriram a ideia de uma Academia de Letras na cidade. Nascia, assim, o projeto embrionário que culminaria na instalação dessa entidade no ano de 2013. Desde então, a Academia Itabaianense de Letras tem se tornado grande defensora dos objetivos pelos quais ela foi idealizada.

Ainda na sessão solene, além de se comemorar o nono aniversário da Academia, houve a posse dos novos Membros Correspondentes. Foram cinco ao todo. Desses, dois não puderam comparecer, no entanto, enviaramrepresentantes a fim de receberem a Estola de membro participante da arcádia e, assim, como os demais representes da casa, também receberam certificados.

Essa sessão solene da AIL também contou com a presença do escritor malhadorense e membro da Academia Municipalista de Sergipe, o professor Jilberto Oliveira, o qual apresentou Trilhas do Cipoal e Esquina do Arco-íris, seu mais recente romance.

Já se aproximava das vinte e duas horas, quando o Senhor Adailton Resende Sousa, Prefeito Municipal, subiu à tribuna a fim de discursar para todos os acadêmicos e cidadãos que prestigiaram o evento, o qual marcou pela organização, pelo brilhantismo e pela descontração. E, para aqueles que não conheciam o Hino de Itabaiana, foi uma boa oportunidade para conhecê-lo, pois foi com aexecução dele que a sessão solene da AIL se encerrou.

O que você está buscando?