ACADEMIA SERGIPANA DE LETRAS EM NOVOS TEMPOS por Domingos Pascoal

Domingos Pascoal, 11 de Agosto, 2023

Dia 31 de julho de 2023, o Palácio Acadêmico da Rua Pacatuba se engalanou para receber uma ComissãoExaminadora formada por professores de conceituadas universidades do Brasil, capitaneada pela Prof.ª Dra. Ester Fraga Vilas-Bôas Carvalho do Nascimento, da UNIT - Universidade Tiradentes, na condição de orientadora. A Prof.ª Dra. Andréia Carla Ferreira Nunes, também da UNIT, o Prof. Dr. Francisco Diemerson de Souza Pereira da UFPE - Universidade Federal de Pernambuco e, virtualmente, o Prof. Dr. Carlos Eduardo Vieira, daUniversidade Federal do Paraná, integraram a referida bancada.

Essa comissão veio à Academia Sergipana de Letras para avaliar a defesa da dissertação de mestrado da acadêmicaDirce da Costa Nascimento, membro da Academia Literocultural de Sergipe, que teve como tema: Academia Sergipana de Letras e seus intelectuais da educação (1929/1931).

O novo auditório da ASL ficou repleto de familiares, amigos, estudantes, professores, acadêmicos e convidados, interessados em ver, pela primeira vez, uma sessão de tal magnitude, acontecendo ali, no espaço consagrado aos imortais da Academia Sergipana de Letras.

Comissão instalada, teve início a sessão para a defesa dadissertação, seguindo o rito já pré-estabelecido: questionamentos de um lado e, do outro, respostas, ponderações e explicações.

A então mestranda, durante sua apresentação, portou-secom tranquilidade, respondendo e esclarecendo, com segurança, acerto e desenvoltura, o que resultou, ao final, em sua imediata aprovação.

Seguiram-se as manifestações dos membros da Comissão quando um a um, proferiu considerações sobre o ato de que participaram, expressando o bom êxito alcançado, agradecendo a todos e parabenizando a nova mestra e a todos de sua família que, presentes, não cabiam em si de tanta alegria.

O presidente da Academia Sergipana de Letras, Dr. José Anderson Nascimento, também pai intelectual da, agora, mestra, agradeceu à orientadora e aos avaliadores e, pela presença de todos. Parabenizou a vencedora, reafirmando a fé e a esperança em seus valores. Falou, ainda, sobre as coisas boas que vêm acontecendo na Academia. Referiu-se ao lançamento do livro Perfis Acadêmicos (2018), uma obra de muito folego, 757 páginas de resgate de memória e história dos ocupantes de todas as cadeiras da ASL e seus patronos, desde a fundação, em 1929, até aqueles dias, bem como da reedição acrescida e revisada que aconteceu recentemente.

Falou da fenomenal constância das sessões acadêmicas, toda segunda-feira, das 15h às 17h30, de forma ininterrupta, inclusive, na pandemia, quando, acompanhando a necessidade, comprou um canal no Google Meet, o que permitiu que a sessões acontecessem, de forma virtual, até o final daquela tragédia que abateu o mundo.

Lembrou a grande reforma pela qual passou o Palácio Acadêmico, transformado para melhor aproveitamento da área e dos compartimentos do prédio, que agora dispõe de um grande auditório, biblioteca e salas de reunião.  Por fim, exaltou a magnitude do presente evento em que a Academia Sergipana de Letras se conecta à Academia Universitária para caminharem juntas rumo ao sucesso desses jovens sonhadores, que buscam, cada vez mais, o inesgotável conhecimento.

 

 

Aqui, da direita para a esquerda: A Orientadora e presidente da Banca Examinadora, Prof.ª Dra. Ester Fraga Vilas-Bôas Carvalho do Nascimento, da UNIT - Universidade Tiradentes; a mestranda Dirce Nascimento; Prof. Dr. Francisco Diemerson de Souza Pereira da UFPE - Universidade Federal de Pernambuco e, Prof.ª Dra. Andréia Carla Ferreira Nunes, da UNIT – Universidade Tiradentes.

 

O que você está buscando?

mgid.com, 539646, DIRECT, d4c29acad76ce94f amxrtb.com, 105199704, DIRECT