MINHA VIDA ACADÊMICA E COM OS MOVIMENTOS LITERÁRIOS

Domingos Pascoal, 23 de Setembro, 2023 - Atualizado em 23 de Setembro, 2023

 

“Deus quer,

o homem pensa,

a obra aparece”.

Fernando Pessoa

 

 


No final de 2007, a convite da Acadêmica Luzia da Costa Nascimento, comecei a frequentar, como visitante, a Academia Sergipana de Letras.

 

No ano seguinte, dia 21 de fevereiro de 2008, tomei posse na cadeira nº 11 do MAC - Movimento de Apoio Cultural Antônio Garcia Filho da Academia Sergipana de Letras,que tem como patrono o magistrado José Bonifácio Fortes.Fiquei ali por 20 meses.

 

No dia 20 de outubro de 2009, depois de uma concorrida eleição, sai vitorioso e tornei-me membro efetivo e vitalício assumindo, naquele instante, a cadeira 17 da Academia Sergipana de Letras, que tem como patrono o professor Ascendino Ângelo dos Reis.

 

Na ASL – Academia Sergipana de Letras, presidida pelo Acadêmico e Escritor Dr. José Anderson Nascimento,procurando fazer um pouco mais, busquei ir a outros lugares, sempre levando o nome e a referência daAcademia Sergipana de Letras.

 

Em junho de 2010, chegou, na Academia Sergipana de Letras, um convite para a posse do jornalista Antônio Carlos Conceição, o “Carlito”, (de saudosa memória), na época, nosso confrade na Associação Sergipana de Imprensa. Ele ia ocupar uma cadeira na Academia Arapiraquense de Letras, em Alagoas. Dr. Anderson perguntou se algum acadêmico presente se habilitaria ir a Alagoas, representando a ASL. Habilitei-me na hora.

 

Já em Arapiraca, antes daquela magna sessão de posse do nosso conterrâneo Carlito, pude constatar, para minha alegria, a presença de cinco acadêmicos com pelerines diferentes.

 

Apressei-me em saber das origens. Foram-me apresentadas as representações das academias de: São Miguel dos Campos, Penedo, Palmeira dos Índios, Maceió e, outro município que não consigo recordar o nome. Eram, no caso, seis academias representadas, contando comigo que representava a Academia Sergipana de Letras.

 

Para mim, foi uma grata surpresa e novidade, na minha posse na Academia Sergipana de Letras, oito meses antes, no dia 20 de outubro de 2009, não recordo da representação de nenhuma outra academia presente.

 

Pensando bem, devo afirmar, salvo melhor juízo, que aqui em Sergipe não havia este hábito de uma academia frequentar a outra em suas solenidades ou sessões.

 

Esta prática apareceu depois de um esforço do nosso presidente, Dr. José Anderson, em ir, juntamente com outros acadêmicos, eu inclusive, a outros templos de saberes.

 

Foi quando começamos a frequentar a Academia Sergipana de Medicina e, também, a ASL começou a receber visitas dos confrades daquela Arcádia.

A outra razão para que essa tão salutar troca de gentilezas, validando um, o trabalho do outro, não fosse, até então praticada em Sergipe, era pelo simples fato de que,naquela época, podíamos contar, em todo o Estado de Sergipe, apenas cinco academias literárias

o que, convenhamos, dificultava muito essa saudável troca de cortesias.

 

Eram elas:

 

1. Academia Sergipana de Letras, fundada em 1929
2. Academia Literária de Vida, fundada em 1992
3. Academia Sergipana de Medicina, fundada em 1994
4. Academia Sergipana de Ciências Contábeis, fundada em 1977
5. Academia Maçônica Sergipana de Artes, Ciências e Letras, fundada em 1997
 

A visão que eu tive em Arapiraca, um município Alagoano, levou-me à seguinte reflexão: será que existem academias literárias nos municípios de Sergipe?  Lagarto, Itabaiana, Estância, Propriá, Neópolis? Será que existem e, com o tempo foram perdendo a força e, estavam, na época, passando por problemas e, não estavam funcionando a contento e, por isso não apareciam?

 

Perguntei numa sessão da ASL e, a resposta foi não. Infelizmente não temos, em nenhum município sergipano, uma representação acadêmica. Pois se não temos, sugeri que criássemos. Ideia aceita, de imediato o presidente da Academia Sergipana de Letras, Dr. José Anderson Nascimento, nomeou uma comissão, composta pelos Acadêmicos: Domingos Pascoal, Luzia Nascimento e Anselmo Oliveira, tendo na presidência o primeiro com o objetivo de levar avante o projeto que ora nascia.

 

Embora, na verdade, com formatos um pouco diferente, já fosse pauta que vinha sendo perseguido, desde 2009, quando ainda vivo o nosso mentor Luiz Antônio Barreto, que por ocasião I ENALT - Encontro de Artes do Colégio Alternativo em Itabaiana, profetizou que muitas coisas iam acontecer a partir dali e, veio: Bienal do Livro de Itabaiana, Encontro Sergipano de Escritores, Seletas, e Antologias, Concursos Literários da Loja Maçônica Cotinguiba, FLIG – Feira Literária de Gloria, Encontro de Jovens Escritores do Sertão, Poesia Indo a Escola, Plêiade Cavalo do Cão, De Mãos dadas com a Poesia, Sarou No Coreto, (Monte Alegre), Clube de Leitura Antônio Carlos Viana, Palco Literário, Sociedade Gloriense de estudos Fantásticos, Leia Mulher de Gloria,(Nossa Senhora da Glória), Roda de Leitura, (Aquidabã), Grupo Maria Pereira (Itabaiana), Café Poético, Sarau de Mulheres, (Aracaju), Quinta Literária (Nossa Senhora das Dores), Feira do Livro de Sergipe, Dpascoal de Cultura e Arte de Japoatã, Projetos: Jovens Escritores de Japoatã, Academias Juvenis: Aracaju, Japoatã, Itabaiana, Grupo Viajando na Leitura de Amparo de São Francisco e, sobretudo, hoje podemos contemplar, com alegria, representações Acadêmica, Cultural e  Literária em mais da metade dos Municípios Sergipano. E, todas produzindo Educação, Cultura e Literatura.

 

Relação das Academias Criadas a partir da AGL -Academia Gloriense de Letras, criada em 09 de setembro e instalada no dia 12 de dezembro de 2012

 

06. AGL - Academia Gloriense de Letras, 09 de setembro de 2012

07. ATLAS - Academia Tobiense de Letras, 06 de dezembro 2012 a sua fundação aconteceu durante o histórico I ENCONTRO SERGIPANO DE ESCRITORES,

08. Academia Itabaianense de Letras, 03 de fevereiro de 2013

09. Academia Lagartense de Letras, 16 de fevereiro de 2013

10. Academia Laranjeirense de Letras, 13 de agosto de 2013

11. Academia Estanciana de Letras, 11 de abril de 2014

12. Academia Dorense de Letras, 07 de maio de 2014

13. Academia do Amplo Sertão Sergipano, 17 de novembro de 2014

14. Academia Sergipana de Letras Jurídicas, 14 de fevereiro de 2015

15. Academia Canindeense de Letras e Artes, em 06 março de 2015

16. Academia Cristinapolitana de Letras e Humanidades, 06 de abril de 2015

17. Academia de Letras de Aracaju, 18 de abril de 2015

18. Academia Riachuelense de Letras, 14 de julho de 2015

19. Academias Propriaense de Letras, Artes Ciências e Desporto, 23/11/2015

20. Academia de Neópolis, 25 de julho de 2015

21. Academia de Letras Espiritas do Estado de Sergipe,outubro de 2016

22. Academia de Letras Estudantil de Sergipe em agosto de 2016

23. Academia de Ciências da Administração de Sergipe, em abril de 2017

24. Academia de Jovens Escritores de Rio das Pedras em Itabaiana, em agosto de 2017

25. Academia Capelense de Letras, em agosto de 2017

26. Academia Sancristovense de Letras e Artes, em agosto de 2017

27. Academia Maruinense de Letras e Artes, em agosto de 2017

28. Academia Sergipana de Contadores de História, em março de 2018

29. Academia Aquidabãense de Letras, em março de 2018

30. Academia Barracoqueirense de Letras, em junho de 2018

31. Academia de Letras e Artes de Japaratuba, em agosto de 2018

32. Academia Japoatãnese de Letras e Artes, em setembro de 2018

33. Academia Literária de Vida de Propriá, em dezembro de 2018

34. Academia Cedrense de Letras, em dezembro de 2018

35. Academia de Letras Estudantil de Japoatã, em agosto de 2019

36. Academia Sergipana de Educação, de 2019

37. Academia Brasileira de Ciências do Cangaço, em julho de 2020

38. Academia de Letras APJ-A.P.J. Loja Cotinguiba em agosto de 2020

39. Academia Lítero-cultural de Sergipe, em outubro de 2020

40. Academia Municipalista de Sergipe em abril de 2021

41. Academia Umbaubense de Letras, em outubro de 2021

42. Academia Riachãoense de Letras, em maio de 2022

43. Academia Feminina de Letras e Artes de Sergipe, em outubro de 2022

44. Academia de Letras de Pirambu (?)

45. Academia Brasil Suíça

46. Academia de Letras de Ribeirópolis

47. Academia de Letras Ciências e Artes de Siriri em fevereiro de 2023

48. Academia Brasileira Teológica de Letras  

49. Academia Brasileira Rotaria de Letras, Sergipe

50. Academia de Letras, Ciências e Artes de Malhador

 

Outras em andamento: Frei Paulo, Carira, Campo do Brito, Malhador.

A ideia é a de que cada um dos 75 municípios sergipano, tenha a sua acadêmica literária, ou seu grupo de estudo.  

O que você está buscando?

mgid.com, 539646, DIRECT, d4c29acad76ce94f amxrtb.com, 105199704, DIRECT