OUTUBRO, HISTORICAMENTE VIRTUOSO.

José de Almeida Bispo, 06 de Outubro, 2022 - Atualizado em 06 de Outubro, 2022


No dia 4 de outubro de 1501, Américo Vespúcio descobriu Sergipe ao chegar ao Cabeço, no município de Brejo Grande, onde nomeou o caudaloso rio de Rio São Francisco. 4 de outubro é dia de São Francisco de Assis, no calendário católico.
Porém, Vespúcio, contratado por D. Manuel I, o Venturoso estava em missão de reconhecimento da terra descoberta pelos portugueses na viagem de Pedro Álvares Cabral, um ano e meio antes, ou seja, em 22 de abril de 1500. E, na sua missão de reconhecimento rumou para o sul, sempre próximo da terra. Tão próximo que pelos dias 8 ou 10 de outubro vislumbrou a pequena cadeia de montanhas, conhecidas pelos índios do rio dos Sirip e pelos do Potypeba como “itabayone”, ou “serra morada dos homens de onde os rios vêm”.
O rio dos Sirip, Vespúcio parece dele não ter tomado conhecimento. Talvez pela forma da boca, não muito larga do rio; e da direção deste, que corre próxima à embocadura paralelo ao mar, não tenha chamado a atenção do grande navegador. O mesmo já não ocorreu com a boca do Potypeba, mais larga e de direção mais aberta à visão do mar; e onde os traiçoeiros bancos de areia quase lhe tungou uma das duas naus, fazendo perder muitos barris de mantimentos. Desse acidente ficou a raiva dos marujos que renomearam o rio para sempre de Vaza-Barris, marcando-o como um perigo a ser evitado nas próximas viagens.
A serra avistada não teve o mesmo destino do Potypeba: sua renomeação de Santa Maria da Graça não pegou. E ainda hoje é traço da identidade sergipana como Itabaiana.
Como visto no segundo parágrafo, a expressão tornada palavra Itabaiana já contém “serra” na sua composição; contudo, a colonização e desenvolvimento depois da terra tomada aos índios recebeu a primeira povoação de Santo Antônio da Itabaiana como cabeça de paróquia e logo depois de município; e esta acabou tendo nome abreviado para apenas Itabaiana. Houve que dar-se nome a serra maior – a Itabaiana-açu – de Serra de Itabaiana. Em princípio, uma redundância, mas assim ficou.
Em 30 de outubro de 1675 a cidade seria fundada, em seu núcleo primitivo: uma igreja matriz e algumas casas ao redor, que 20 de outubro de 1697 viria a ser emancipada de São Cristóvão, constituindo-se no 47° município brasileiro.
Outubro é mês de comemoração estendida, pois.

O que você está buscando?

google-site-verification=GspNtrMqzi5tC7KW9MzuhDlp-edzEyK7V92cQfNPgMc api.clevernt.com/3ed9a8eb-1593-11ee-9cb4-cabfa2a5a2de/ google-site-verification=GspNtrMqzi5tC7KW9MzuhDlp-edzEyK7V92cQfNPgMc UA-190019291-1 google-site-verification=GspNtrMqzi5tC7KW9MzuhDlp-edzEyK7V92cQfNPgMc