Após 100 dias não chegamos ao “pico” e nem sabemos quando chegaremos!

Habacuque, 25 de Junho, 2020 - Atualizado em 25 de Junho, 2020

No dia 16 de março passado, o governador Belivaldo Chagas (PSD) reunia seu staff de trabalho para apresentar seu primeiro decreto determinando medidas de isolamento social em todo o território sergipano, fechando os comércios, limitando aglomerações em espaços públicos e privados, áreas de lazer como cinemas e teatros, suspendendo aulas em escolas e faculdades, além de visitas em presídios e centros de detenção. Além de invisível, a “ameaça” ainda era estranha aos ouvidos comuns: coronavírus (COVID-19). Ela já se propagava por várias regiões do mundo e estava chegando no Brasil.

Sem saber como enfrentar o “inimigo” e diante do descaso com a saúde pública que se arrasta há vários anos e por vários governos, não se encontrou outra saída emergencial: fechar o máximo possível, promover o maior isolamento, porque a medida que a população for se infectando as deficiências na Saúde ficariam expostas. Era uma “tragédia anunciada”! Já são quase 54 mil mortos no País inteiro e, após 100 dias, por mais que os “especialistas” apontem uma data, não chegamos e nem sabemos quando chegaremos ao “pico da pandemia”...

A “grande mídia” propagou que esse “pico” seria em Maio; depois em Junho; e agora já aposta em Julho; o número de infectados continua crescendo, as mortes vão se acumulando e não se tem respostas concretas. Sobre as paralisações, alguns Estados já especulam o retorno das aulas para setembro, como São Paulo (SP), por exemplo. Em Sergipe, por enquanto, não se tem qualquer previsão para escolas e faculdades e, na visão deste colunista, o ano letivo escolar está perdido! Diversos setores da economia também não resistiram à crise.

No momento existe uma forte discussão sobre a retomada do setor produtivo; isso de quem “segue vivo” diante da pandemia, porque muitos postos de trabalho já foram fechados, muitas empresas encerraram suas atividades ou seus donos decretaram falência! É sempre bom frisar que a maioria dos trabalhadores ainda está recebendo seus rendimentos, na integralidade, porque parte de seus salários estão sendo pagos pelo governo federal. Muitos ainda sem poder trabalhar e outros apenas com o serviço de delivery, por exemplo, estão recebendo apenas 30% de suas empresas...

A população “resistiu” o quanto pode, mas os índices de isolamento social comprovam que as pessoas “cansaram” do “fique em casa” e já não respeitam mais a quarentena e nem os decretos governamentais; urgências e emergências de hospitais, das redes privada e pública, estão “bombando” a cada dia, sem regulação os profissionais do Samu fazem o que podem, mas continuamos sem respostas, sem perspectivas. Muitos servidores da Saúde também “cansaram” e alguns já “jogaram a toalha” e apenas cumprem seus respectivos “ofícios”...

Após 100 dias, a impressão é que as pessoas estão se habituando às máscaras e ao álcool em gel, que estão começando a enxergar um “novo mundo” no pós-pandemia, com mais restrições e isolamentos. Tempos mais “frios e sombrios”, “tristes” é verdade! Quem ainda está empregado ou mantém seu negócio “vivo” parece decidido a enfrentar o vírus, a respeitá-lo, mas não temê-lo! Sim, pode ser um risco, isso pode aumentar o contágio, mas os “braços cruzados” também aumentam a miséria e a fome! Foram 100 dias a menos, sem educação, sem saúde, sem muita alegria, sem respostas e sem perspectiva. Pelo menos somos um povo rico em fé! Só nos resta rezar...

 

Veja essa!

O IBGE divulgou a PNAD COVID19, uma versão da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD Contínua), realizada com apoio do Ministério da Saúde, para identificar os impactos da pandemia no mercado de trabalho e para quantificar as pessoas com sintomas associados à síndrome gripal.

 

E essa!

A pesquisa mostrou que 19 milhões de pessoas estavam afastadas de seu trabalho em Maio, sendo que 15,7 milhões estavam afastadas devido ao distanciamento social. Mas o dado mais grave: 9,7 milhões desses trabalhadores ficaram sem remuneração no mês passado. Para quem dizia que, no final da pandemia, teríamos “quebrados vivos”, na prática, além de muitos mortos, logo teremos também muitos “famintos”...

 

Deu tudo errado

O erro maior da “grande mídia”, junto com alguns governadores e líderes partidários foi “politizar” a discussão em torno da saúde. Não “derrubaram” o presidente como planejavam, muitas vidas foram ceifadas e agora teremos milhares de desempregados e desesperados...

 

Isolamento às pressas

Com os índices de isolamento cada vez menores, a constatação que os governadores agiram de forma açodada, “fechando tudo” sem qualquer planejamento. O vírus continua infectando e matando muita gente e o pior: sem emprego, ninguém segura mais o povo em casa. Até a mídia perdeu o crédito...

 

Todos serão cobrados

Para quem achava que apenas o presidente da República seria responsabilizado, o cenário hoje nas ruas é de uma “divisão generosa” dessa tal “culpabilidade”, onde prefeitos e governadores já muito criticados, também serão responsabilizados. Ninguém vai escapar da cobrança popular.

 

Desserviço da mídia

No momento em que os governantes estão tendo a maior dificuldade em convencer as pessoas a continuarem em quarentena, a “grande mídia” insiste em promover temas para tentar desgastar a imagem do presidente ou desestabilizar o governo federal. Poderiam ser mais educativas junto à população.

 

Agora a eleição I

Este colunista já vem batendo na mesma “tecla” há algum tempo: não temos condições de realizar uma eleição este ano. Alguns setores não gostam e repudiam. O Senado aprovou a prorrogação da eleição de 4 de outubro para 15 de novembro. Resta saber qual o “antídoto” que vão arrumar neste período para proteger a população...

 

Agora a eleição II

É tudo desorganizado: se a proposta de prorrogação for aprovada, mudam-se as datas, mas a Justiça Eleitoral não promoveu ainda qualquer alteração, por exemplo, nas campanhas eleitorais. Ou seja, o cidadão comum não pode votar em 4 de outubro, mas os candidatos podem se “aglomerar” até lá? Teremos comícios e caminhadas?

 

Agora a eleição III

Para que as pessoas entendam a crítica da coluna: os atos de propaganda eleitoral não poderão ser limitados pela legislação municipal nem pela Justiça Eleitoral, salvo se a decisão estiver fundamentada em prévio parecer técnico emitido por autoridade sanitária estadual ou nacional.

 

Sem votos na Câmara

Para quem apostava em uma votação rápida no Congresso Nacional, sobre a prorrogação da eleição, não contava com uma forte articulação contrária na Câmara Federal. Sem os votos necessários e temendo uma derrota, o presidente e deputado Rodrigo Maia (DEM/RJ) já empurrou a votação para a próxima semana.

 

Entenda o impasse

Algumas alas da Câmara defendem abertamente a prorrogação dos mandatos e a unificação das eleições em 2022. Os especialistas pontuam que é inconstitucional. Mas as Frentes que representam os prefeitos brasileiros são veementemente contrárias e defendem a realização do pleito em 4 de outubro. Há muita pressão contra o adiamento e o “Centrão” já fechou questão pela manutenção.

 

Muda ou não muda?

Este colunista já analisou que, se não houve consenso no Congresso Nacional, nós teremos as eleições municipais normalmente e sem qualquer prorrogação. Quando a Justiça Eleitoral perceber que não existe este entendimento, é muito provável que ela confirme o calendário atual, mas trate de normatizar as restrições para a campanha eleitoral. Teremos, desde já, uma eleição confusa e muito atípica.

 

Clima quente!

O ambiente “esquentou” na sessão virtual da Câmara Municipal de Aracaju, nessa quarta-feira (24). Diante de alguns questionamentos feitos pelo líder do prefeito, vereador Vinícius Porto (PDT) sobre a condução dos trabalhos na Casa, o presidente e também vereador Josenito Vitale, o “Nitinho” (PSD) decidiu ir para o enfrentamento direto.

 

Exclusiva!

Na discussão, Nitinho disse que Vinícius estava “querendo o seu lugar (presidência)” e que “costumava jogar os demais vereadores contra a atual gestão”. Por sua vez, Vinícius sugeriu que a Mesa Diretora da CMA consultasse o setor jurídico antes de apresentar determinados projetos porque, segundo ele, “expõem o Poder”. Proposituras da Mesa foram retiradas da pauta pelo presidente...

 

Bomba!

Daí em diante o que se viu (e ouviu) foi um festival de troca de farpas e acusações (muito sérias, diga-se de passagem) entre Nitinho e Vinícius. No embate falou-se em uso de cargos comissionados para supostamente fazer política, a VAEP e até a Operação Indenizar-se (deflagrada em 2016) veio à tona! Foi preciso o vereador Seu Marcos (PDT) intervir e pedir o encerramento da sessão, para que o parlamento não ficasse mais exposto do que já fora...

 

Alô PGR!

Diante do impasse ocorrido na Câmara Municipal de Aracaju, e como o vídeo da sessão não estava disponibilizado até o fechamento desta coluna, o titular sugere que a Procuradoria Regional Eleitoral solicite, através de ofício, a gravação da sessão na íntegra para apurar a “troca de acusações” que foi feita entre os vereadores. Alguns parlamentares ficaram “surpresos” com algumas “revelações”. Como bem diz Albano Franco, “Sergipe é terra de muro baixo”...

 

Alese I

Dando continuidade aos trabalhos legislativos, os deputados estaduais voltam a se reunir, em ambiente virtual, na manhã desta quinta-feira (25), em mais uma sessão remota, por conta do novo coronavírus (COVID-19). Na tarde de terça-feira (23), após entendimento entre o presidente da Assembleia Legislativa, deputado estadual Luciano Bispo (MDB), com os líderes da situação e da oposição, a Secretaria-Geral da Mesa Diretora definiu a pauta de votação para a próxima sessão deliberativa.

 

Alese II

Na oportunidade os parlamentares vão apreciar e votar o projeto do Poder Executivo que institui o Programa Estadual do Transporte Escolar no Estado de Sergipe (PETE/SE); também do Governo do Estado será votado o projeto que altera os artigos 8º, 48 e 72 da Lei Nº 3.796, de 26 de dezembro de 1996, que dispõe quanto ao Imposto sobre Operações Relativas à Circulação de Mercadorias e sobre Prestações de Serviços de Transporte Interestadual e Intermunicipal e de Comunicação (ICMS).

 

Alese III

Ainda do Executivo outro projeto em pauta será o que autoriza o Governo do Estado a doar ao município de Itabi um imóvel pertencente ao Estado de Sergipe, localizado no povoado Boa Hora.

 

Parlamentares I

Do deputado Capitão Samuel (PSC) será apreciado o projeto que dispõe sobre o direito das mães de amamentar durante a realização de concursos públicos estaduais; do deputado Talysson de Valmir o projeto em pauta será o que dispõe sobre a obrigatoriedade das bibliotecas públicas de Sergipe manterem espaços específicos destinados aos livros de autores sergipanos.

 

Parlamentares II

Já da deputada Kitty Lima (Cidadania) será apreciado o projeto que institui o “Dia Estadual do Turismólogo”, no âmbito do Estado de Sergipe; e por fim, mas não menos importante, consta na pauta de votação o projeto da deputada Maira Mendonça (PSDB) que estabelece normas para o correto descarte de máscaras de proteção individual e outros equipamentos de proteção individual - EPI's, como medida de redução da transmissão do novo coronavírus, no âmbito do Estado de Sergipe.

 

Georgeo e Didi I

O deputado estadual Georgeo Passos (Cidadania) em parceria com o vereador por Aracaju, Cabo Didi (PSC) enviaram um ofício para a Secretária Municipal de Saúde, Waneska de Souza Barbosa, solicitando informações sobre os leitos e ações eficazes no combate ao novo Coronavírus em Aracaju.

 

Georgeo e Didi II

Dentre as informações solicitadas pelos parlamentares estão a quantidade atualizada de leitos de UTI contratados pela prefeitura para serem disponibilizadas para a Covid19. “É importante sabermos exatamente quantas UTI’s temos em toda a rede de saúde. Queremos saber onde estão os leitos que foram contratados pela prefeitura para o combate ao novo Coronavírus e por isso, eu e o vereador Cabo Didi protocolamos este ofício”, explica Georgeo Passos.

 

Georgeo e Didi III

Além disso, o deputado e o vereador também questionaram a Secretária Waneska acerca da equipe que atua na linha de frente de combate a Covid19, sobre o protocolo de recebimento dos equipamentos de proteção individual (EPIs), bem como se a rede materna e pediátrica destinadas para pacientes infectados estavam sendo assistidas e quantos leitos ainda existem disponíveis para esses pacientes.

 

Transparência

“Essas e outras informações não estão colocadas de forma clara para a população. A secretaria precisa ser transparente e nós como parlamentares podemos, através de nossos mandatos, reunir os dados necessários para estes esclarecimentos.  Esperamos que a secretaria nos dê um retorno sobre esses questionamentos o mais rápido possível”, pontuou o deputado.

 

Acompanhar de perto

O vereador Cabo Didi disse que é muito importante neste momento manter a sociedade informada sobre o que está acontecendo. “É um momento delicado, onde muitas famílias estão sofrendo por causa da pandemia. Por isso, nós precisamos acompanhar de perto todo o processo de ações realizadas para combater a Covid19 e principalmente, deixar os aracajuanos informados sobre tudo o que está acontecendo”.

 

Sem leitos de UTI

Georgeo Passos também lamentou a postura da Prefeitura Municipal em construir um hospital sem leitos de UTIs deixando toda a responsabilidade somente a cargo do Governo do Estado. “É lamentável que a prefeitura de Aracaju fique de braços cruzados neste momento tão crítico e deixe toda a responsabilidade para o Estado. Entregar um hospital de campanha sem ter nenhum leito foi um absurdo. Aracaju é cidade que mais tem pessoas infectadas e na minha visão, a prefeitura está sendo omissa com os aracajuanos neste momento”.

 

Dilson de Agripino I

Com a ascensão de um novo formato de educação pública e todos os estudos sendo guiados no sentido de permanecer por mais tempo em isolamento social, o deputado Dilson de Agripino propôs que seja implementado um projeto de sua autoria denominado “Internet para Educar” que consiste num investimento tecnológico nas escolas da rede estadual de ensino, como também no fornecimento de internet gratuita para todos os alunos da rede estadual de ensino, que moram em regiões com disponibilidade de sinal, para que tenham acesso a internet nas suas casas ilimitada para que assistam às aulas EAD durante a suspensão das aulas/pandemia.

 

Dilson de Agripino II

A medida, que não é 100% eficaz devido a alguns alunos residirem em regiões que não tem acesso a internet, abrangerá cerca de 92% dos estudantes, segundo dados do Mobile Time. “Nós sabemos que o ano letivo está sendo prejudicado pela pandemia. Alguns professores, de forma pessoal, estão passando atividades, lições e conteúdos para seus alunos. Mas, muitos deles não conseguem acessar por não ter internet de qualidade em casa e/ou depender dos dados móveis do celular, que quase sempre são limitados”, comentou o deputado.

 

Dilson de Agripino III

Para Dilson, o Governo do Estado deverá criar um auxílio internet, em parceria com empresas de internet dos municípios, através de uma chamada pública, e fazer a instalação do serviço de internet nas residências dos alunos da rede pública, começando pelos interiores até a capital. “Nossa proposta, ainda em avaliação, é que todos os alunos da rede estadual de ensino possam ter internet paga pelo governo durante esse período de isolamento social. É uma medida viável e ao mesmo tempo urgente, já que estamos chegando ao segundo semestre sem assistência aos nossos alunos da rede estadual.”, explicou Dilson de Agripino.

 

Paulo Márcio I

“Aracaju quer mudança, mas não abre mão da segurança, seriedade e compromisso com a coisa pública”. Imbuídos desse propósito, estiveram reunidos, na sede do PSDB estadual, com o presidente estadual da Democracia Cristã (DC), Airton Costa, a presidente do DC de Aracaju, Giovanna Rocha; o presidente do PSDB de Aracaju, Acácio Cardoso; o presidente estadual do PMB, Juraci Nunes; e o presidente estadual do PTC, Adelson Alves.

 

Paulo Márcio II

Na avaliação dos presentes, o encontro de líderes foi extremamente produtivo e poderá se constituir no lançamento da pedra fundamental de um projeto novo, audacioso e transformador, que, além das siglas DC/PSDB/PMB/PTC, certamente atrairá outras agremiações sintonizadas com os ideais de mudança. “Agradecemos a presença do vereador Elber Batalha (PSB), que nos brindou com uma irretocável explanação sobre o atual cenário político de Aracaju”, destaca o pré-candidato a prefeito de Aracaju, Delegado Paulo Márcio.

 

Manuel Marcos I

O envolvimento consciente dos homens em todas as etapas do planejamento reprodutivo e da gestação é fundamental para conservar, tanto a saúde dele quanto a da gestante e do bebê. Partindo dessa premissa, o vereador Dr. Manuel Marcos (PSD) defende a criação de mecanismos que fomentem o planejamento familiar e incentive o pré-natal do parceiro no âmbito municipal. “A concepção do ser humano não é individual, ela acontece a dois. Então, a vida da criança depende desses cuidados”, ressalta.

 

Manuel Marcos II

Historicamente, as medidas voltadas ao momento da gravidez, parto e puerpério foram pensadas e direcionadas às mulheres e às gestantes. “Precisamos incentivar novos hábitos a fim de melhor assistir homens, mulheres e as vidas que estão a caminho. Quando o casal se programa ou participa do pré-natal, até o médico fica mais seguro. Pois, se começa a interpelar sobre doenças anteriores que ambos tiveram e assim evitar que sejam transmitidas ao bebê ou comprometer a saúde das partes envolvidas na decisão reprodutiva”, endossa o vereador.

 

Manuel Marcos III

Segundo o parlamentar, que também é médico ginecologista e obstetra, a rede pública de saúde oferta diversos exames e uma série de cuidados que são iniciados a partir do momento que a gravidez é confirmada. “O mais comum são as mamães fazerem o acompanhamento gestacional. Inclusive, o Ministério da Saúde recomenda e disponibiliza exames para o homem também realizar durante a gestação de sua parceira. Porém, a procura ainda é baixa e muitos homens sequer acompanham a gestante no pré-natal”, relata.

 

Parceiro consciente

Na avaliação de Dr. Manuel Marcos, o parceiro consciente de que a mulher carrega o filho no ventre, cuida de sua saúde. Entre os alertas que ele faz, estão as doenças sexualmente transmissíveis e a eritroblastose fetal.  “O ideal é planejar antes da concepção. Fatores de risco como DST’s podem comprometer o desenvolvimento. Outro aspecto importante é a incompatibilidade sanguínea do sistema Rh. São pequenos cuidados que se avaliados precocemente entre os parceiros, é possível assegurar os cuidados e preservar a vida de todos”, explica.

 

Eduardo Amorim I

O médico anestesista Eduardo Amorim é um dos convidados do Webinar “Mitos, fake news e algumas verdades”, que vai falar sobre crise sanitária, econômica e política. A live acontece a partir das 20h desta quinta-feira (25), e será transmitida no perfil @pacientedealtorisco no YouTube e no Facebook.

 

Eduardo Amorim II

A iniciativa é da Medicina de Pacientes Graves - MGP, um projeto coordenado pelo anestesiologista Enis Donizetti. "É uma grande oportunidade de debater com outros especialistas em Saúde e gestão pública esse momento de Pandemia que estamos vivendo. Uma intercâmbio de conhecimentos e experiências que amplia a nossa compreensão deste cenário. Agradeço ao amigo Enis pelo convite", afirmou Eduardo, que além da formação e especializações em medicina é Bacharel em Direito, com pós-graduação em Direito Público e Direito Tributário.

 

Debatedores

O debate contará com as participações do secretário Municipal de Saúde de São Paulo, Edson Aparecido dos Santos; do consultor técnico do Conselho Nacional de Saúde - professor de gestão e finanças públicas, Economia da Saúde e do SUS e História Econômica - Francisco Funcia; do criador e primeiro presidente da Anvisa, Gonzalo Vecina - professor da Escola de Saúde Pública da USP; e do Mestre em Economia e especialista em finanças públicas e privadas, Murilo Ferreira Viana. Os mediadores são Enis Donizetti - coordenador do curso Covid-19 e Anestesia e vice-presidente da FSP - e Márcio Augusto Lacerda - Membro da Câmara Técnica de Anestesiologia do Cremerj e moderador do grupo de FB "Anestesistas e Anestesiologistas".

 

 

Alô Propriá!

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), com a finalidade de investigar supostos atos ilícitos enumerados no Requerimento nº 001/2020, de autoria dos vereadores da Câmara Municipal de Propriá, e consubstanciados em áudios atribuídos ao prefeito do município, Iokanaan Santana, iniciaram as oitivas na terça-feira (23).


Oitivas
Com a supervisão do advogado da   Câmara, João Bosco Freitas Lima, foram ouvidas três testemunhas: Carlos Kleber da Silva, suposto autor da gravação; André Luiz Silva Fontes, que divulgou fragmentos do referido áudio nas redes sociais; e José Ancelmo Alves Ramos, chefe do setor de tributos, órgão mencionado no áudio. A testemunha Luiz Claudio Ferreira Santos, superintendente da SMTT na época da gravação, instituição mencionada no áudio, teve ausência justificada por estar em suspeita de covid-19, com isso, a oitiva foi remarcada para do dia 02 de julho, às 10h.

 

Notificada

Ainda na ocasião, foi determinada a notificação para oitiva de Sonia Ramos Pontes, esposa de Kleber, por ter sido mencionada no testemunho de terça. Além da notificação mediante Aviso de Recebimento de José Robério, que se recusou a receber o ofício de convocação anteriormente. Um cidadão conhecido por Daniel, foi dispensado e não precisou testemunhar.

 

Para o MP

Todos os depoimentos estão sendo gravados em áudio e vídeo para contribuir no processo. A comissão é composta pela presidente Dilma da Colônia (MDB), pelo relator Heldes Guimarães (PSD) e por Pequeno (PL). As respectivas fases da investigação estão sendo documentadas e suas conclusões serão remetidas ao Ministério o Público, respeitando os princípios constitucionais aplicáveis.

 

Alô Barra dos Coqueiros!

Segundo informações de bastidores, o pré-candidato a prefeito do Cidadania em Barra dos Coqueiros, Hebert Pereira, está desde o início da semana a todo vapor na articulação  do nome para vice-prefeito em sua chapa majoritária. Em reunião virtual feita na noite dessa quarta-feira (24) com pré-candidatos a vereador, teria ficado decidido que o vice sairia do maior povoado da Barra e de uma família muito conhecida e bem vista na política do município. Esse pré-candidato teria se  filiado ao Cidadania em abril desse ano como um dos possíveis nomes para compor na vaga de vice caso assim escolhesse o grupo. É aguardar o anúncio...

 

“Arraiá do Chico”

O tradicional ‘Arraiá do Chico’ realizado pelo Externato São Francisco de Assis para comemorar o mês junino vai ser realizado neste ano diferente, porém, muito animado, solidário e especial como sempre. A festa foi transformada em uma live e todos vão poder acompanhar de casa e se divertir muito com grandes atrações.

 

Pelo Externato

A Live que tem o tema ‘Cultura e tradição’ vai ser apresentada pelos jornalistas Fredson Navarro e Marcele Machado, a partir das 17h do dia 8 de julho no canal do Externato São Francisco de Assis no Youtube e ninguém pode perder.
Vão se apresentar os artistas: Fabio Lima, Thiago Sol, Maraísa a Dama do Forró, Mário do Forró e Fabricio Rodrigues.

 

CRÍTICAS E SUGESTÕES

habacuquevillacorte@gmail.com e habacuquevillacorte@hotmail.com

 

O que você está buscando?