Conheça sintomas que não são de coronavírus

Jose Costa, 26 de Novembro, 2020

Febre, tosse seca e cansaço são os principais sintomas de coronavírus, mas outras doenças podem ter os mesmos sinais

 

O vírus provoca uma espécie de pneumonia que até então não havia sido identificada em seres humanos - e que agora atingiu o estado de pandemia, de acordo com a OMS. Portanto, entender o que é e o que não é um sinal de coronavírus é vital neste momento em que a demanda por cuidados médicos é alta.

 

Além disso, por conta da similaridade com os sintomas da gripe e de outras doenças, é extremamente importante seguir as orientações dos órgãos oficiais para receber o diagnóstico correto. Veja abaixo quais são os sintomas do novo coronavírus e conheça os sinais que apontam para outras condições de saúde.

 

Sintomas do coronavírus

Os principais sintomas provocados pelo novo coronavírus são, segundo a OMS:

 

Tosse

Febre

Cansaço

De acordo com boletim epidemiológico publicado pelo Ministério da Saúde, outros sintomas, alguns associados a infecções respiratórias, também devem ser observados. Como explica a infectologista Raquel Muarrek, esses sintomas podem ocorrer, porém em frequência menor. São eles:

 

Fadiga

Mialgia/artralgia

Dor de cabeça

Calafrios

Manchas vermelhas pelo corpo

Erupções cutâneas

Diarreia

Náusea

Vômito

Desidratação

Inapetência (falta de apetite)

Dor abdominal

Sintomas que não são de coronavírus

A infecção provocada pelo coronavírus possui sintomas muito semelhantes aos da gripe comum e só pode ser diferenciada através de exames laboratoriais específicos.

 

Por isso, é necessário ficar atento aos demais efeitos sintomáticos não associados a COVID-19 para saber se você tem chance de estar contaminado com o novo coronavírus. É importante lembrar também que os sintomas da doença são muito variados e novos deles associados podem surgir o tempo todo, uma vez que ainda não se sabe tudo sobre a condição provocado pelo vírus.

 

Veja a seguir alguns sintomas que NÃO foram indicados como sinais de coronavírus, mas que também apontam a necessidade de orientação médica.

 

Dificuldade de concentração

A dificuldade de concentração não é listada como um sintoma decorrente de coronavírus. Se estiver associada a náusea, ânsia de vômito e não houver coriza e congestão nasal, pode até mesmo indicar uma possível enxaqueca.

 

Inchaços

O único tipo de inchaço até então eventualmente indicado em certos pacientes com o novo coronavírus foi aquele nos gânglios linfáticos, conhecido como íngua. Essa condição geralmente se apresenta nas áreas próximas ao pescoço, por conta de um efeito inflamatório causado por alguns tipos de vírus. No entanto, inchaço em outras partes do corpo, associados à retenção de líquido, não são sinais de coronavírus.

 

Diagnóstico do coronavírus

O diagnóstico do novo coronavírus é realizado a partir de critérios clínicos. Os fatores que definem um quadro suspeito, de acordo com Ministério da Saúde, são:

 

1. Indivíduos com quadro respiratório agudo, caracterizado por sensação febril ou febre, que pode ou não estar presente na hora da consulta (podendo ser relatada ao profissional de saúde), o que é conhecido por Síndrome Gripal quando acompanhada ao menos um dos fatores a seguir:

 

Tosse

Dor de garganta

Coriza

Dificuldade respiratória

 

2. Apresentação de Síndrome Respiratória Aguda Grave, identificada pela presença de pelo menos um dos critérios a seguir:

 

Desconforto respiratório (dificuldade para respirar)

Pressão persistente no tórax

Saturação de oxigênio menor do que 95% em ar ambiente

Coloração azulada dos lábios ou rosto

 

Fonte: https://www.minhavida.com.br/saude/materias/36057-conheca-sintomas-que-nao-sao-de-coronavirus - Escrito por Clovis Filho - Redação Minha Vida

O que você está buscando?