5 Doenças que o ronco pode causar

Jose Costa, 27 de Novembro, 2020

Roncar pode parecer normal, mas é perigoso quando é frequente, pois desequilibra todo o organismo

 

Roncar enquanto dorme é muito comum, mas não significa que seja normal e aceitável. Quem ronca com frequência, mesmo quando não está dormindo de barriga para cima, pode ser afetado por vários outros problemas de saúde, inclusive crônicos, com os quais terá de conviver ao longo dos anos, muitas vezes tomando remédios.

 

Quando o ronco acontece?

O ronco acontece em pessoas que, quando dormem profundamente, seus músculos da região da garganta relaxam e vibram com a passagem do ar. Essa vibração é que causa o som do ronco. Em alguns casos o ronco só surge quando a pessoa está dormindo de barriga para cima, em outras pode ser em qualquer posição.

 

Além disso, quando uma pessoa está dormindo, pode acontecer da sua passagem de ar pela garganta ficar bloqueada. Isso acontece por causa do relaxamento dos músculos moles dessa região que tampam a passagem do ar. A pessoa fica alguns segundos sem respirar, seu cérebro libera hormônios para ela despertar rapidamente e aí ocorre o ronco. Essa é a apneia do sono.

 

Fatores de risco para o ronco

Você já viu, acima, que a causa do ronco é a musculatura mole da região da garganta que bloqueia a passagem do ar ou faz com que ele vibre ao respirar. Mas existem fatores de risco para que isso aconteça, como:

 

Envelhecimento;

Obesidade;

Dormir de barriga para cima;

Consumir bebidas alcoólicas próximo ao horário do sono;

Medicamentos com relaxante muscular;

Ter o queixo retraído (para trás);

Ter amígdalas e adenoides grandes;

Ter desvio de septo;

Ter problemas respiratórios (crise alérgica, rinite, sinusite).

Doenças causadas pelo ronco

Seja com ou sem apneia do sono, o ronco é uma condição que afeta várias partes do corpo ao mesmo tempo, levando a um desequilíbrio no organismo, que pode evoluir para doenças. Veja as principais.

 

1. Obesidade

Apesar de a obesidade ser um fator de risco para o ronco, ela também pode ser a consequência. Roncar com muita frequência faz o sono ser interrompido várias vezes durante a noite, e isso interfere na produção e liberação da leptina, um dos hormônios que controla a saciedade, podendo fazer a pessoa sentir mais fome e comer em excesso.

 

2. Pressão alta

A pressão alta pode se desenvolver em pessoas que roncam e também têm apneia do sono. Quando a passagem de ar pela garganta fica bloqueada e a pessoa fica alguns segundos sem respirar, seu organismo libera mais adrenalina no sangue para que ela acorde e respire, e isso faz a pressão aumentar. Como o bloqueio de ar pode acontecer diversas vezes na mesma noite, essa repetição de aumento da pressão pode se tornar crônica.

 

3. Resistência à insulina

A resistência à insulina por causa da apneia do sono ocorre da mesma forma que a pressão alta, mencionada acima. Quando o corpo libera muita adrenalina no sangue, com frequência, também afeta a produção e liberação da insulina, podendo levar a uma resistência, o que gera diabetes.

 

4. Doenças cardiovasculares

Infarto e acidente vascular cerebral estão entre as principais doenças cardiovasculares decorrentes da pressão alta. Ou seja, por causa do ronco e da apneia, a pessoa pode ter pressão alta crônica e isso pode levar ao infarto e ao derrame.

 

5. Desordens mentais e emocionais

Quando uma pessoa ronca muito durante a noite, todas as noites, ela deixa de ter um sono de qualidade. Assim, acorda todos os dias se sentindo cansada, com o corpo desregulado, levando à irritabilidade, instabilidade emocional, apetite desregulado, sistema imunológico desequilibrado, e assim vários problemas vão se desenvolvendo. Nos casos de pessoas predispostas, esse pode ser um gatilho para doenças como a depressão.

 

O que fazer?

Nem sempre uma pessoa que ronca percebe que tem esse problema. É preciso que outra pessoa a avise. Assim que souber que o ronco é frequente, é importante consultar um médico para saber o que pode estar causando o ronco e iniciar um tratamento. Como as causas variam, os tratamentos também são diferentes em cada caso.

 

Fonte: https://www.dicasonline.com/doencas-ronco-causa/ - por Priscilla Riscarolli - Pinterest

O que você está buscando?