Líderes precisam ser responsáveis com “clima quente” dentro de Itabaiana

Habacuque, 03 de Abril, 2024

Este colunista mantém um bom relacionamento com os líderes dos três agrupamentos políticos de Itabaiana na atualidade e faz um apelo: é preciso ter responsabilidade para que o “clima quente” já comum dos bastidores da política da cidade não desencadeie para a violência física e moral. Estamos falando de um eleitorado que “veste a camisa” e defende seu grupo “com unhas e dentes”, que não costuma “pular” e chega a ser inaceitável o “contexto” que vem se formando no município.

Este colunista não foge da responsabilidade e estende o apelo aos diversos veículos de comunicação, seja na região Agreste, seja na Grande Aracaju. O cenário político em Itabaiana está bem definido, sem uma “terceira via”, sem uma pré-candidatura do tradicional agrupamento dos Teles de Mendonça, que abdicaram da disputa este ano. Alguns integrantes estão buscando uma reaproximação de Valmir de Francisquinho (PL); outros seguem na oposição, agora ao lado de Luciano Bispo (PSD).

Itabaiana é um dos municípios mais importantes do interior sergipano. Com uma economia pujante e um povo trabalhador, em termos de desenvolvimento parece muito à frente do que muitas outras cidades do nosso Estado. Com toda essa evolução não dá para silenciar diante de um retrocesso por parte de seus principais líderes políticos que, ainda em pré-campanha eleitoral, já deixaram os “ânimos” bem acirrados entre aqueles que estão na situação e os que fazem oposição ao atual prefeito.

Este colunista não vai entrar no jogo de “quem tá certo e quem tá errado”, mas reforçar o discurso que Itabaiana está acima de qualquer disputa política e/ou empresarial. A campanha eleitoral que se aproxima terá, naturalmente, o embate normal entre as partes, mas que essa discussão se mantenha nos palanques, nas entrevistas de rádio, nas rodas de conversa, mas sempre no campo político; jamais atingindo o lado pessoal, a dignidade das pessoas. É preciso ter respeito pelo próximo!

E aqui não se trata de um “posicionamento inocente” de um “colunista de Aracaju”, mas de alguém que convive e conhece um pouco dos bastidores da política serrana, de alguém que reconhece e valoriza a força do comércio e o trabalho do povo itabaianense, que não merece ver, quase que diariamente, seus principais dirigentes trocando sérias acusações e ataques descabidos e desproporcionais. A “nova Itabaiana” não merece este tipo de política!

Neste caso, situação e oposição precisam avaliar e ter consciência que quando rivalizam por demais quem perde investimentos, que vê os investidores partirem para outros municípios é a cidade de Itabaiana. O “marketing” deve ser moderno, criativo, dinâmico, pode até ser crítico, ácido, mas ele tem que ser racional, responsável. A campanha política e os cargos públicos são sempre passageiros, mas suas consequências podem ser sofridas e duradoras. Eleição não se ganha no grito e nem na bala...

 

Veja essa!

Polêmico, o vereador de Itabaiana, Alex Henrique externou sua gratidão pelo agrupamento liderado pela ex-deputada Maria Mendonça e explicou sua filiação ao União Brasil, aderindo ao grupo que apoia a pré-candidatura a prefeito do empresário Édson Passos, liderado pelo deputado estadual Luciano Bispo.

 

E essa!

Alex Henrique se coloca como adversário do ex-prefeito e pré-candidato Valmir de Francisquinho e descartou qualquer possibilidade de aproximação. O vereador vai disputar a reeleição este ano e promete subir no palanque de Édson, Luciano, Aguinaldo e Neném de Verso.

 

Yandra & Belivaldo

O Podemos realizou um ato de filiação e apresentação de pré-candidaturas para as eleições de 2024 em Aracaju. Durante o evento, o ex-governador Belivaldo Chagas assinou a ficha de filiação e reafirmou seu compromisso com o projeto. De acordo com Belivaldo, o convite foi feito pela deputada federal Yandra Moura (União) e pelo presidente do Podemos, Zeca da Silva.

 

Fala Galeguinho!

“O melhor projeto para Aracaju está aqui com Yandra. Ela tem um futuro como deputada por muitos anos, mas ela está pensando em uma coisa maior que é Aracaju. Não é todo mundo que se predispõe em trocar sua vida pessoal por um projeto maior. Dentro de Yandra tem aquele espírito público de fazer acontecer e veja o que ela está fazendo, indo em todos os locais de Aracaju para ouvir a população”, pontuou o ex-governador.

 

Zeca da Silva 

O presidente do Podemos, Zeca da Silva, disse que a chegada de Belivaldo representa um crescimento ao partido nos projetos futuros. “Belivaldo chega para fortalecer o nosso partido não apenas para as eleições de 2024, mas também em 2026. Nós fazemos parte da base do governo e vamos continuar trabalhando pelo progresso dessa gestão”, reforçou.

 

Yandra Moura

Yandra reconhece o gesto de desprendimento de Belivaldo e disse que ele tem muito a contribuir com o futuro de Aracaju. “Belivaldo vem somar com a força da experiência, daquele que sabe o caminho das coisas boas, entende o que não deu certo e sabe o que precisa ser feito para melhorar, é alguém que fez acontecer. Acredito que, juntos, temos condições de fazer esse projeto avançar e tirar do papel os planos que as aracajuanas e os aracajuanos ainda não realizaram”, afirmou Yandra Moura. 

 

Coisas da política I

Um ato político em Santa Rosa de Lima pode ter passado despercebido para muita gente, mas este colunista ficou curioso: no ato de filiação da pré-candidata à vice-prefeita Bojota no Cidadania, estava presente o deputado Georgeo Passos, presidente da legenda; mas no mesmo grupo o ex-governador Jackson Barreto, que teve em Georgeo um adversário ferrenho na Assembleia Legislativa.

 

Coisas da política II

Se não bastasse, Georgeo e Jackson juntos na mesma fotografia política, também estava presente no ato o deputado federal Ícaro de Valmir (PL), ligadíssimo politicamente com os irmãos Edivan e Eduardo Amorim, que em 2014 foram muito prejudicadas pelo marketing da campanha de JB, que buscava a reeleição no governo. Só a Santa Rosa de Lima para explicar como a política é dinâmica...

 

Alô Moita Bonita!

Falando em Georgeo Passos, ele que é pré-candidato a prefeito de Ribeirópolis está ampliando suas movimentações na região Agreste, buscando apoios importantes nos municípios vizinhos. Em Moita Bonita ele participou do ato de filiação do prefeito Wagner Costa no PP do senador Laércio Oliveira. O gestor disputa a reeleição e promoveu um ato político bastante movimentado na cidade.

 

Essa Gleice...

Da jornalista Gleice Queiroz: “O prefeito Edvaldo Nogueira começou a peregrinação nos órgãos fiscalizadores para entregar a cópia da licitação do transporte público. Em 2020 (quando disputou a reeleição) ele também fez essa peregrinação para entrega, aos órgãos, da cópia da licitação do Hospital de Campanha (aquele sem leito de UTI de Covid construído no estádio do Sergipe)”. Pelo entendimento da jornalista, então supõe-se que o melhor seria eleições todos os anos ou não?

 

Duplicação da BR-235

O governador de Sergipe, Fábio Mitidieri, comemorou o anúncio do edital de contratação dos projetos de duplicação da rodovia federal BR-235, publicado pelo Ministério dos Transportes. A iniciativa abrange o trecho entre Aracaju e Itabaiana, além da readequação do trajeto entre Itabaiana e Carira, totalizando uma extensão de 114,8 km. As propostas serão avaliadas em maio, com previsão de assinatura dos contratos até dezembro deste ano.

 

Escoamento da produção

A duplicação da BR-235/SE é considerada uma obra de grande importância para o desenvolvimento regional e nacional, pois facilitará a integração entre Sergipe e outros estados, como Bahia, Pernambuco e Alagoas. Além disso, a rodovia desempenha um papel crucial no escoamento da produção agrícola, industrial e comercial do estado. Fábio ainda acrescenta que a duplicação da BR-235/SE vai melhorar a mobilidade, a segurança e a qualidade de vida das pessoas que vivem e trabalham às margens da rodovia, bem como dos usuários que transitam por ela.

 

Olha o Sebrae/SE!

Durante o mês de janeiro, Sergipe foi o terceiro maior gerador de empregos em micro e pequenas empresas (MPEs) do Nordeste. Todos os meses o Sebrae recebe os números sobre dispensas e admissões do trabalho formal de cada unidade federativa do país, por meio do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), e, com esses dados, elabora um relatório. Os últimos dados apontam que os pequenos negócios sergipanos foram responsáveis pela geração de 908 empregos no primeiro mês de 2024, atrás apenas do Rio Grande do Norte e da Paraíba.

 

Empregos gerados

O relatório tem como base o cálculo do saldo líquido de empregos formais, resultado da subtração entre as admissões e demissões naquele período determinado pela pesquisa. Esse cálculo aponta que os números de janeiro de 2024 são maiores do que os do mesmo mês em 2023, de 712 empregos, e, também, maiores do que as médias e grandes empresas, que registraram o número negativo de -278. O grande propulsor desse resultado é o setor de serviços – as MPEs desse setor apresentaram o saldo de 524 empregos gerados – e foi seguido pela construção, com 364 e indústria de transformação, com 114.

 

Raphael Matos I

Os dados relativos às MPEs, ao longo dos últimos três anos, têm resultado em um saldo positivo de geração de empregos, o que é mais volátil quando se trata dos números das grande e médias empresas, em que os saldos variam mais em negativos e positivos, de acordo com o estatístico Raphael Matos, analista da Unidade de Gestão Estratégica do Sebrae/SE.

 

Raphael Matos II

“Quando falamos de micro e pequenos negócios, percebe-se uma constante de saldos positivos, sendo esse saldo cada vez mais alto. Isso demonstra a importância dos pequenos negócios na economia, pois, além de serem 95% das empresas de Sergipe, acabam gerando mais postos de trabalho, em média e por série histórica, do que as médias e grandes empresas”, concluiu.

 

Pequenas empresas

Ainda de acordo com a análise, algumas atividades econômicas se destacaram por apresentarem os melhores números, em se tratando de micro e pequenas empresas. São as seguintes: construção de edifícios, com 230; restaurantes e outros estabelecimentos de serviços de alimentação e bebidas, 141; desenvolvimento de programas de computador sob encomenda, 106; obras de urbanização (ruas, praças e calçadas), 67; e serviços especializados para construção, 45.

 

Março do Sebrae/SE

O mês de março do Sebrae/SE teve como destaque a realização de eventos, de palestras a capacitações, que circularam pelo estado de Sergipe para celebrar o Super Mês da Empreendedora. Mais de 1.600 pessoas participaram das ações destinadas especialmente às mulheres, incluindo a caravana Na Estrada com Elas, que levou para os municípios de Estância, Nossa Senhora das Dores, Propriá, Lagarto e Itabaiana a palestra “A necessidade como combustível para empreender”, conduzida pela empresária Karine Oliveira.

 

“Na Estrada com Elas”

A caravana percorreu essas cidades por quase uma semana, de 11 a 15 de março, e registrou um público de mais de 300 participantes. Para a superintendente do Sebrae, Priscila Felizola, “a programação do mês de março é muito especial, pois é focada em trazer o que há de melhor nas soluções inovadoras para as empreendedoras ou as mulheres com essa aspiração. O Super Mês levou conexão e inspiração para todas as mulheres dessas regiões do estado, discutindo temas muito relevantes para o empreendedorismo feminino e contribuindo para desenvolvimento dos negócios das mulheres sergipanas, como foi o caso da palestra de Karine da Wakanda”, afirmou.

 

Outras ações

Além do Na Estrada com Elas, durante o mês dedicado às mulheres, o Sebrae ainda promoveu as seguintes ações: Seminário Conexão Empresarial – Mulheres do novo tempo, dia 1° de março; Semana da Empreendedora, nos dias 4 a 8; Empretec Delas, de 18 a 23; abertura do edital Sebrae Delas, de 1° a 8; e palestra para mulheres em parceria com o Conselho Regional de Contabilidade, realizada no último dia 23.

 

Luiz Fonseca I

O suplente Luiz Fonseca (PP) foi empossado no cargo de deputado estadual nessa terça-feira (2). Ele assume o mandato após o afastamento do deputado Neto Batalha (PP), que se licenciou para assumir a Secretaria de Articulação com os Municípios. Luiz Fonseca prestou o compromisso previsto no Regimento Interno e assinou o termo de posse durante a sessão plenária da Assembleia Legislativa de Sergipe. Luiz Fonseca agradeceu ao governo e ao deputado Neto Batalha pela oportunidade.

 

Luiz Fonseca II

“A minha palavra no dia de hoje é só de gratidão, sobretudo a Deus, tudo só acontece no tempo de Deus. Fui candidato no último pleito, quando obtive 14.674 votos, faltando apenas 316 votos para que aqui estivesse como titular do meu mandato, mas não foi da vontade de Deus. Ao se eleger governador, Fábio Mitidieri fez a sua primeira visita a Boquim e, naquela oportunidade, ele disse que gostaria de ter a sua terra representada por dois deputados e fez o convite ao deputado Luciano Pimentel para um cargo no Governo, que após uma avaliação preferiu permanecer como deputado estadual, então não era o tempo de Deus”, discursou o deputado.

 

Luiz Fonseca III

Em seguida, o parlamentar acrescentou “estou aqui na Tribuna desta Casa, por onde já passaram meus irmãos, o ex-deputado Venâncio Fonseca com seis mandatos, e meu saudoso irmão e ex-deputado estadual (Cleonâncio Fonseca) com quatro mandatos, isso significa 40 anos da família Fonseca com assento nessa Casa, representando o povo sergipano. Hoje é um motivo de muita alegria e satisfação estar aqui também exercendo esta função”, afirmou.

 

CRÍTICAS E SUGESTÕES

habacuquevillacorte@gmail.com e habacuquevillacorte@hotmail.com

 

O que você está buscando?

mgid.com, 539646, DIRECT, d4c29acad76ce94f amxrtb.com, 105199704, DIRECT