O OVO DA SERPENTE: A VIDA IMITA A ARTE

Carlos Braz, 04 de Outubro, 2022 - Atualizado em 04 de Outubro, 2022

 

O OVO DA SERPENTE: A VIDA IMITA A ARTE.

Por Carlos Braz 

O Brasil acompanhou no último domingo, dia dois de Outubro de 2022, o início de mais uma eleição para Presidente da República, governadores, deputados estaduais, federais e senadores, em um pleito que indubitavelmente será o mais relevante desde que nos tornamos uma república democrática em 1889, diante da polarização entre as forças politicas antagônicas que se enfrentam na luta pelo poder, bem como diante das constantes ameaças ao Estado Democrático de Direito.

Nessa contenda histórica, estão presentes velhos conhecidos do universo político, muitos investigados e outros já condenados por crimes como corrupção, improbidade administrativa, desvios de recursos públicos, falsidade ideológica, estelionato entre outros tantos, que sobrevivem longe das grades diante dos subterfúgios proporcionados pela nossa justiça caolha. São beneficiários de códigos penais que levam à impunidade.

Somos nós, exercendo a cidadania através do voto, que escolhemos nossos representantes nas esferas estaduais e federais e, portanto, responsáveis pelo futuro da nação. O contexto político social em que vivemos exige da parte do eleitor uma reflexão profunda sobre suas escolhas. Fenômenos sociais contemporâneos que se mantinham presos no subconsciente de muitos, afloraram diante dos exemplos e incentivos daquele que se mostra indigno do cargo que ocupa.

A xenofobia, em toda sua amplitude, saiu dos armários de mãos dadas com os medievos pecados capitais. O sentimento de ódio vem gradativamente ganhando força, contaminando o tecido social, e valores morais outrora respeitados foram relativizados e passaram a ser plenamente aceitos, como a mentira, a injúria, a calúnia, a violência e a crueldade.

As recentes declarações de teor xenófobo proferidas contra os nordestinos após o resultado do primeiro turno das eleições, é um bom exemplo do momento em que vivemos, em um Brasil transformado em arena pelos inescrupulosos congressistas que elegemos.

O reflexo fascista nos fez retroceder como uma só pátria, harmônica e fraternal. O nordeste é gigante não só em dimensões territoriais, mas também como força politica, honradez e grandeza dos seus habitantes, que exerceram sua condição de cidadão da forma que acharam melhor. 

O Ovo da serpente é o título a um filme de Ingmar Bergman e tem com temática sua visão sobre a Alemanha antes da ascensão do nazismo.

O que você está buscando?

google-site-verification=GspNtrMqzi5tC7KW9MzuhDlp-edzEyK7V92cQfNPgMc google-site-verification=GspNtrMqzi5tC7KW9MzuhDlp-edzEyK7V92cQfNPgMc