Tudo são flores! (por Antonio Samarone)

Antonio Samarone, 28 de Outubro, 2020

Na Europa, as mortes por Covid-19 aumentaram 40% em uma semana. As novas restrições, o retorno ao confinamento está gerando reações da população.

Nos EUA, o número de mortes cresceu 10% na última semana. A Universidade de Washington projeta 386 mil mortos até fevereiro de 2021.

Os cientistas já descobriram que a imunidade produzida pela Peste é efêmera, só dura sete meses. Um desalento para a vacinação.

No Brasil, a vacina chinesa chega pronta para o uso essa semana. Vamos sair na frente.

Os estudos têm mostrado que o novo coronavírus é um mestre do engano, se comporta de forma imprevisível. Cantar vitória antecipada pode ter um preço alto.

A Covid-19 está se tornando crônica e levando bem mais tempo para a recuperação.

Ainda bem que nada disso é no Brasil.

Por aqui não se fala mais em Pandemia. Meu amigo Bernardo Lima me advertiu: “não fale mais em Pandemia, cansou, ninguém aguenta mais.”

Os políticos que davam entrevistas coletivas semanais anunciando restrições, isso pode, isso não pode, caíram na campanha eleitoral. Não existem nem protocolos nem cerimonias para se pedir votos.

O Brasil já se encontra na pós pandemia. A polêmica é se vacinamos a todos obrigatoriamente ou vacine-se quem quiser. O STF é quem vai decidir. Misericórdia!

De fato, a única coisa levada à sério no Brasil é o surrealismo!

Antonio Samarone (médico sanitarista).

O que você está buscando?