Itabaiana - Maternidade São José (por Antônio Samarone)

Antonio Samarone, 20 de Fevereiro, 2020 - Atualizado em 20 de Fevereiro, 2020


O Centro de Ação Social Católica de Itabaiana, dirigido pelo Pe. Artur Moura Pereira, inaugurou em 01 de setembro de 1959 a Maternidade São José, com 22 leitos para gestantes indigentes e 02 para pensionistas.

Todos os equipamentos da Maternidade foram doados pela Legião Brasileira de Assistência (LBA). Foi indicado como primeiro diretor da nova Casa de Saúde o médico humanitário Pedro Garcia Moreno.

Durante o primeiro ano de funcionamento foram internadas nessa Maternidade 282 mulheres; sendo 218 partos, 55 atendimentos a abortos, 07 para observação, 02 extração de placenta; foram 211 crianças nascidas vivas, 14 nascidas mortas, 01 parto cirúrgico e 01 óbito materno.

Na solenidade de inauguração estavam presentes: o Bispo diocesano, Dom José Vicente Távora; o Diretor do Departamento Estadual de Educação, Pe. José Araújo Mendonça; o representante da LBA em Sergipe, Dr. Carlos Melo; o médico itabaianense Dr. Airton Teles, o Pe. Artur Moura Pereira, D. Maria Pereira e Antonio Oliveira (Tonho de Dóci).

A solenidade foi abrilhantada pela banda de música de Campo do Brito.

Em 11 de fevereiro de 1967, foram aprovados os Estatutos da Maternidade São José, como uma sociedade civil, sem fins lucrativos, que visava prioritariamente o atendimento da gestante desamparada. A primeira direção foi constituída pelas Irmãs Rafaela Pepee, Marta Hulshen, Evência Vasconcelos e Maria Ivência Lobo.

O Colégio e Educandário Dom Bosco foi fundado em 01 de março de 1963.

Antônio Samarone.

O que você está buscando?